Benfica B foi à serra recuperar a liderança da Liga 2

A equipa B do Sport Lisboa e Benfica foi ao Estádio Municipal José dos Santos Pinto vencer o SC Covilhã, por 1-2, em jogo da 22.ª jornada da Liga 2, e volta a ser um dos líderes da tabela classificativa. 

Foi preciso esperar quase 20 minutos para se ver oportunidades de golo na serra. Antes, jogo muito amarrado, disputado a meio-campo, com vários duelos individuais e chegadas às áreas, mas sem oportunidades dignas desse nome. Ainda assim, o Benfica B tinha mais posse de bola e tentava construir de forma apoiada, com jogo entre linhas e com os corredores a carburarem; o SC Covilhã apostava mais na profundidade e nas transições rápidas. 

Aos 18′, primeiro momento de frisson no Estádio Municipal José dos Santos Pinto. Bola na área e Jorginho, em boa posição, vê o seu remate cortado por Tomás Araújo. No minuto seguinte (19′), Rui Gomes atirou para Léo Kokubo sacudir. O Benfica B respondeu ao atrevimento serrano com… o golo! Bola pelo corredor esquerdo, a defesa dos verdes e brancos parecia ter a situação controlada, mas Henrique Pereira não desistiu e Henrique Araújo, com killer instinct, a finalizar para o 0-1, aos 22′

Ultrapassados aqueles quatro minutos de maior acutilância de parte a parte, o esférico voltou a andar mais longe das balizas. Aos 29′, num lance de insistência do SC Covilhã, Tembeng, de longe, rematou forte, mas a bola saiu à figura de Léo kokubo, que agarrou. O intervalo chegou com o resultado em 0-1 para as águias. 

SC Covilhã-Benfica B

O segundo tempo começou com uma clamorosa chance para o Benfica B fazer mais um golo, mas o remate de Martim Neto, em boa posição, saiu a centímetros, após cruzamento no flanco canhoto de Cher Ndour (48′). A partir daqui viu-se o SC Covilhã mais pressionante, com e sem bola, dificultando a construção ofensiva dos encarnados. Ao melhor momento dos da casa, o Benfica B respondeu com o 0-2. Contra-ataque bem gizado pelos da Luz, com Henrique Pereira a estrear-se a marcar na Liga 2, aos 63′

O golo das águias teve o condão de acalmar a equipa, que voltou a conseguir ter bola e construir o ataque de forma organizada. O SC Covilhã esteve perto do golo em duas ocasiões, aos 73′ e 74′. No primeiro lance, Perea atirou ao lado; na segunda, o cabeceamento de Héliton encontrou Léo Kokubo pela frente. A formação da casa pressionava e o 1-2 surgiu aos 89′, através de Héliton na marcação de um pontapé de canto. Até final, o resultado não se alterou e os dois golos da sociedade Henrique & Henrique conquistaram três pontos na serra. 

Benfica B venceu e regressou à liderança da classificação da Liga 2, ex-aequo com o Casa Pia, com 43 pontos. Na próxima jornada, a 23.ª, as águias recebem o Farense no Benfica Campus. 

DECLARAÇÕES

António Oliveira (treinador do Benfica B): “Dar uma palavra aos jogadores. Um orgulho e respeito enormes por eles, pelo que desempenharam, pelo rendimento, pela entreajuda e pela solidariedade. Executaram o que era o plano e, quando assim é, ficamos mais felizes. Foi um jogo muito complicado, como são todos neste contexto competitivo que é a Liga 2. A 12 jogos do fim, todos os pontos saem caros e não vai haver jogos fáceis. A equipa teve um comportamento inexcedível e julgo que o resultado é justo. Parabéns pela forma como o SC Covilhã se bateu. Conseguimos controlar a maioria das situações e o golo sofrido não mancha o trabalho árduo e de qualidade que os jogadores realizaram.”

Henrique Pereira (atacante do Benfica B e ‘Homem do Jogo’): “O fundamental era manter a liderança, mesmo que não seja isolada. Foi um jogo atípico, muito difícil. Não estamos habituados a este frio e acho que a equipa teve muita personalidade. Conseguimos sair com os três pontos, que é o mais importante.”

Pedro Álvaro (defesa do Benfica B): “Foi um jogo de sacrifício, com o empenho de todos, e conseguimos os três pontos. Foi um jogo muito difícil, porque o relvado estava a ficar muito pesado. Não foi um jogo muito bonito, mas tivemos alguns bons momentos. O que interessa são os três pontos.”

SC Covilhã-Benfica B
SC Covilhã-Benfica B
1-2
Estádio Municipal José dos Santos Pinto
Onze do Benfica B
Léo Kokubo, Fábio Baptista (89′, Filipe Cruz), Tomás Araújo, Pedro Álvaro, Sandro Cruz (82′, Rafael Rodrigues), Rafael Brito, Cher Ndour, Martim Neto (89′, Diogo Capitão), Tiago Gouveia (89′, Jair Tavares), Henrique Pereira (90’+5′, João Resende) e Henrique Araújo
Suplentes
Fábio Duarte, João Neto, Miguel Nóbrega, Rafael Rodrigues (82′), Filipe Cruz (89′), Diogo Capitão (89′), Jair Tavares (89′) e João Resende (90’+5′)
Ao intervalo0-1
Golos do Benfica B
 Henrique Araújo (22′) e Henrique Pereira (63′)
Boletim clínico
Samuel Soares (status pós-cirúrgico fratura dedo da mão direita); Umaro Embaló (mialgia na coxa direita); Luís Lopes (lesão do ligamento lateral interno do joelho direito)

Leave a Reply