João Félix sai do banco para fazer a assistência da vitória dos colchoneros sobre o Getafe

João Félix voltou ao banco de suplentes quatro jogos depois e de lá só saiu aos 74 minutos, num jogo que teve uma primeira parte verdadeiramente eletrizante.

Aos nove minutos, Luis Suárez desperdiçou uma grande penalidade, permitindo a defesa ao gurdião do Getafe, mas os colchoneros conseguiriam mesmo marcar primeiro, por Ángel Correa, ao minuto 19. Aos 27’, o brasileiro Matheus Cunha assinou o segundo mas um autêntico ‘apagão’ do Atlético Madrid possibilitou ao Getafe dar a volta ao marcador no espaço de 12 minutos: Borja Mayoral (30’) e Enes Unal, com duas grandes penalidades convertidas aos 37’ e 42’, selaram a surpreendente reviravolta dos visitantes. Os golos na primeira parte não ficariam por aqui e o 3-3 chegou aos 45+4’, com Ángel Correa a bisar após assistência de Thomas Lemar.

Já no segundo tempo, Felipe, antigo defesa-central do FC Porto, foi expulso após dura entrada sobre Mauro Arambarri  ao minuto 58. João Félix foi lançado por Simeone aos 74’, para o lugar de Matheus Cunha, e o golo da vitória acabaria por chegar em cima dos 90. Ao segundo poste, João Félix assistiu Mario Hermoso de cabeça e o defesa-central rematou de forma acrobática para o fundo das redes.

O Atlético Madrid passa a somar 30 pontos no 4.º lugar, tendo, à condição, um ponto de avanço sobre o Barcelona (joga domingo com o Espanhol). O Getafe, orientado por Quique Flores, é 15.º e tem 25 pontos.

Leave a Reply