Site icon TerceiroAnel.blog

Benfica ponderam pedido de indemnização civil devido à operação Cartão Vermelho

Advertisements

Rui Patrício, João Medeiros e Paulo Saragoça da Matta, advogados dos encarnados, falaram ao ECO e colocaram a hipótese de um pedido de indemnização civil pelos danos sofridos pelo clube no processo da operação Cartão Vermelho, que envolve o antigo presidente, Luís Filipe Vieira. Os causídicos vincam que a defesa do Benfica poderá passar pela exigência de um «ressarcimento de danos que possa ter sofrido e isso faz-se através da apresentação de um pedido de indemnização civil», embora vincando que «agora nem sequer seria o momento processual adequado para esse pedido».

Recorde-se que Rui Costa já tinha dito, na recente entrevista à Benfica TV, que a auditoria encomendada pelas águias foi alargada aos 55 contratos que estão a ser investigados pelo Ministério Público: «O que advogados, empresa e nós concordámos foi estender esta auditoria aos 55 contratos que estão a ser investigados. Queremos levar o processo até ao fim.»

Os advogados esclarecem também que até ao momento não colocam a hipótese de o Benfica se constituir como assistente no processo. «Há um prazo para o fazer – durante toda a fase de inquérito e até depois dela – e estamos a aguardar o desenvolvimento e a conclusão da auditoria em curso, para tomar decisões e iniciativas sobre essa matéria com mais e melhor informação.» E acrescentam: «A recomendação jurídica que fizemos ao presidente e à administração da SAD foi no sentido de aguardar»

Rui Patrício, João Medeiros e Paulo Saragoça da Matta lamentam que «as muitas opiniões que têm sido veiculadas sejam baseadas em falta de conhecimento sobre o que é realmente um assistente em processo»,  e garantem a total colaboração do Benfica com o Ministério Público.

Exit mobile version