Benfica vence em Arouca sem brilho nem fulgor

Após o empate em casa com o Moreirense (1-1), os encarnados regressaram esta sexta-feira às vitórias na Liga, com um triunfo em Arouca, por 2-0, para a 19.ª jornada.

O primeiro aviso do Benfica surgiu aos 9 minutos, por Darwin: um mau atraso de Quaresma isolou o uruguaio, Victor Braga fez bem a mancha, e na recarga o avançado viu Quaresma cortar em cima da linha de golo. O camisola 9 acabaria por marcar, de penálti, depois de sofrer uma falta de João Basso (32’).

Até ao intervalo o Arouca dispôs de ocasião privilegiada para reduzir, depois de Vlachodimos ter derrubado Arsénio na área, no entanto, chamado à conversão do penálti, João Basso permitiu a defesa do internacional grego.

No segundo tempo, as águias ameaçaram ampliar – Everton atirou ao lado do poste direito (53’) e Rafa foi travado por Victor Braga (55’) -, depois viram os anfitriões ameaçarem o empate: Bukia disparou ao lado (72’) e Antony viu Vlachodimos negar-lhe o golo (80’). Mas golo só de novo na baliza do Arouca: já na compensação (90+2′) Gonçalo Ramos desviou para a baliza um livre de Grimaldo.

As águias somam assim três pontos, ficando com 44 na terceira posição, atrás de leões (47 pontos) e dragões (50 pontos), que ainda não entraram em campo.

Leave a Reply