Benfica volta a claudicar na ponta final de um dérbi e com “indicadores maus”

Noite de dérbi no Pavilhão Fidelidade! Benfica e Sporting discutiram o jogo da 5.ª jornada da fase regular da Liga Betclic… As águias foram superiores na 1.ª parte, os leões reagiram na 2.ª metade e acabaram por vencer o jogo: 63-74.

Primeiro dérbi oficial de basquetebol na época 2021/22 a colocar frente a frente os eternos rivais, separados, à partida, por um ponto. Sporting, líder, com 24 pontos, Benfica, 3.º da geral, com 23.

Momentos iniciais marcados por turnovers, com Frank Gaines a desbloquear o marcador com o primeiro triplo do jogo e a dar vantagem às águias. Na resposta, afundanço dos verdes e brancos… perspetiva de grande espetáculo na Luz nesta noite de quarta-feira. E assim foi! Um Benfica mais organizado, a planear e a construir jogo; do outro lado um Sporting mais explosivo, a apostar na transição. Contas feitas, dois modelos distintos, mas ambos com muita ambição. A meio do 1.º quarto, 14-8, com o jogo exterior das águias e a defesa pressionante em destaque. Mais Benfica, veloz, dinâmico e a surpreender os leões também no contra-ataque. Ao cabo dos primeiros dez minutos, 24-14, dez pontos de diferença.

Basquetebol

Começou melhor o Sporting o 2.º quarto, mas José Silva, com um triplo certeiro, deu o mote, com Diogo Gameiro a seguir-lhe o exemplo e a manter as distâncias no marcador. Muita luta nas tabelas, agressividade q.b., emoção a rodos… é que dérbi é sempre dérbi! Período com alguns erros não forçados (36-28) e Norberto Alves parou o jogo. Equilíbrio, muitas perdas de bola, aproximação dos leões e, ao intervalo, apenas quatro pontos a separar as formações: 39-35… e tudo em aberto!

Entrada com tudo do Sporting no reatar do desafio, a saltar para a frente do marcador (39-42). Mais agressivos na defesa, mais eficazes no lançamento, os verdes e brancos começaram a colocar verdadeiras dificuldades aos encarnados. À procura de soluções, o Benfica corria então atrás do prejuízo, mas sem nunca permitir grandes distanciamentos aos homens de Luís Magalhães e a manter-se na luta apesar da baixa da percentagem de eficácia no lançamento, fruto de um período de alguma falta de inspiração (54-58, no 3.º quarto).

Basquetebol

Derradeiros dez minutos plenos de emotividade! Tudo em aberto, com as equipas a darem tudo em quadra, muitas vezes mais com o coração do que com a cabeça. Num dérbi tão equilibrado, foram, mais uma vez, os detalhes a fazerem a diferença. Luta até ao cair do pano, incerteza ate ao final, com o Sporting, mais pragmático e assertivo, a conseguir segurar a vantagem trazida do quarto anterior e a vencer a partida (63-74). O Benfica foi superior na primeira parte, o Sporting foi melhor na segunda!

O Benfica torna a entrar em quadra no sábado, dia 8 de janeiro, às 15h00, no Pavilhão Fidelidade. A receção ao CAB Madeira é relativa à 16.ª jornada da fase regular da Liga Betclic.

Basquetebol

DECLARAÇÕES

Norberto Alves (treinador do Benfica): “Foram duas partes completamente distintas em termos da nossa qualidade. Fomos para o intervalo a ganhar por quatro pontos e podíamos ter ido a vencer por muitos mais, mas falhámos vários contra-ataques, falhámos situações simples que podiam ter dado cestos fáceis. Na segunda parte produzimos pouco, não fomos eficazes e há aqui indicadores que são maus, nomeadamente a percentagem de dois pontos e de lance livre. Temos de saber lidar com estas equipas mais fortes que, em termos de agressividade defensiva, estão sempre presentes, e temos de estar concentrados.”

Basquetebol
Benfica-Sporting
63-74
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Frank Gaines, Arnette Hallman, José Barbosa, Makram Ben Romdhane e Betinho Gomes
Suplentes
Aaron Broussard, Travis Munnings, José Silva, Eduardo Francisco, Guilherme Saiote, Diogo Gameiro e James Farr
1.º quarto2.º quarto3.º quarto4.º quarto
24-1439-3554-5863-74
Pontuadores do Benfica
Frank Gaines (17), Diogo Gameiro (11), Betinho Gomes (9), José Barbosa (8), Aaron Broussard (5), José Silva (5), Arnette Hallman (4) e Makram Ben Romdhane (4)

Leave a Reply