Variante “Macron” contagia verdade desportiva após a segunda dose de clássico no Dragão

O FC Porto venceu, esta quinta-feira, o Benfica, por 3-1, em jogo a contar para a 16.ª jornada da Liga. No fecho do ano civil de 2021, os dragões voltam à liderança do Campeonato, com os mesmos pontos do Sporting. O Benfica está, agora, a sete pontos dos dois rivais.

Na estreia de Nélson Veríssimo no banco, o início do jogo foi repartido. Pepê viu um golo anulado por oito centímetros e Taremi esteve perto do golo. Na outra baliza, na melhor oportunidade das águias, Yaremchuk foi isolado por Rafa, mas permitiu a defesa de Diogo Costa. Castigou o FC Porto de seguida, com dois golos em três minutos. Primeiro por Fábio Vieira, depois por Pepê, substituto de Luís Díaz. De salientar que, e apesar de não mostrado durante o jogo, o primeiro golo dos dragões foi precedido de mão do Fábio Vieira e deveria ter sido anulado.

O Benfica reagiu no segundo tempo, com Yaremchuk a reduzir, após jogada de Rafa, mas a expulsão de André Almeida, logo a seguir, tornou tudo mais complicado.

Os encarnados estiveram perto da igualdade, num contra-ataque de Rafa e Gonçalo Ramos, mas a saída de Rafa, substituído por Nélson Veríssimo, acabou com a reação encarnada. O FC Porto fez o 3-1, por Taremi, e geriu o jogo com bola. Na compensação Otávio, completamente isolado, atirou o 4-1 ao lado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.