Benfica recorreu do castigo a Jesus para o TAD mas admite ausência no clássico

Através de comunicado, o Benfica veio a público revelar que o Tribunal Central Administrativo Sul indeferiu o pedido de decretamento de medidas cautelares que visavam a suspensão do castigo de 15 dias aplicado a Jorge Jesus. 

O clube da Luz explica que vai agora fazer seguir o recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), mas, na ausência de decisão em tempo útil, o treinador, que já esteve fora do banco no jogo com o Covilhã, vai também falhar os jogos com o Marítimo (para o campeonato, no próximo domingo) e com o FC Porto (para a Taça de Portugal, na próxima quinta-feira).

Eis o comunicado:

«O Sport Lisboa e Benfica informa que foi indeferido pelo Presidente do Tribunal Central Administrativo Sul o pedido de decretamento de medidas cautelares que visavam a suspensão do castigo de 15 dias aplicado ao seu treinador Jorge Jesus, após deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

O recurso da decisão disciplinar prossegue agora os trâmites normais no TAD e, na ausência de decisão em tempo útil, o Sport Lisboa e Benfica esclarece que João de Deus, treinador adjunto, irá orientar a equipa do Benfica no jogo com Marítimo Sport Clube, bem como na próxima eliminatória da Taça de Portugal.

O treinador Jorge Jesus voltará a liderar a equipa no relvado na décima sexta jornada do Campeonato.»

Leave a Reply