Supremo Tribunal Administrativo mantém multa de 61.200 euros ao Benfica

O Supremo Tribunal Administrativo (STA) deu provimento ao recurso apresentado pela Federação de Portuguesa de Futebol, confirmando assim a multa de 61.200 euros aplicada pelo Conselho de Disciplina ao Benfica em junho de 2019.

A multa surgiu após uma publicação na ‘News Benfica’ onde os encarnados criticavam o «silêncio» do Conselho de Disciplina da FPF perante declarações do presidente do FC Porto, Pinto da Costa. «Sempre tão célere a atuar quando se trata de alguém do Sport Lisboa e Benfica (como se viu na reação imediata aos protestos do clube sobre o castigo aplicado ao nosso presidente), desta vez… zero! Até ao momento, silêncio total», lia-se na newsletter que levou o CD a multar o Benfica.

Os encarnados recorreram para o Tribunal Arbitral do Desporto, que julgou procedente o apelo do clube da Luz e reduziu a multa para 45.900 euros. A FPF, por seu lado, recorreu para o Tribunal Central e Administrativo do Sul (TCAS), que manteve a decisão do TAD, e, posteriormente, para o STA, que veio agora manter a decisão inicial do CD.

«Pelo exposto, acordam em conceder provimento ao recurso, revogando o acórdão recorrido e confirmando o acórdão do pleno da secção profissional do Conselho de Disciplina», lê-se no acórdão do STA, datado de 9 de dezembro.

Leave a Reply