Darwin já fez em dezembro melhor que na época anterior completa e lidera artilheiros da Liga

O internacional uruguaio, de 22 anos, lançou perseguição a Luiz Díaz em 90 minutos, e os dois sul-americanos disputaram o trono dos marcadores nesta jornada. O colombiano também fez o gosto ao pé e fugiu. O uruguaio apontou três golos pela segunda vez consecutiva fora-de-portas, após ter arrasado a frágil formação do Belenenses SAD. Seis golos que definem o assalto ao trono, passando Darwin a somar 14 golos na época em 19 jogos. As diferenças para o uruguaio que vestiu a camisola do Benfica na primeira temporada são gritantes: 44 jogos e os mesmos 14 golos.

Darwin, que se estreou a marcar pelo Benfica em 20/21 precisamente com um hat trick na Liga Europa diante do Lech Poznan, exibe ainda particularidades. Esta época, quando marca, geralmente ou bisa ou multiplica a inspiração por três. Conta dois hat trick e três jogos a bisar. Fora isso junta um golo ao SC Braga e outro ao Bayern.

Depois de tarde/noite perfeita em Famalicão, Darwin agarrou a bola como sua. Prenda natalícia.

Leave a Reply