Râguebi do Benfica com triunfo histórico sobre o GD Direito com Rui Costa nas bancadas

“Foi um dia especial pela presença do Presidente Rui Costa e pelo facto de termos vencido num campo onde não vencíamos há 13 anos”, enfatizou Pedro Vital, treinador da equipa de râguebi do Benfica, que se impôs ao GD Direito por 5-20, no sábado, 11 de dezembro, em jogo da 10.ª jornada do Campeonato Nacional da Divisão de Honra.

No Campo do Grupo Desportivo Direito, o comprometimento, a dedicação e o empenho dos atletas do Benfica foram aspetos determinantes na superação das adversidades encontradas ao longo da partida e na construção do triunfo. Esta foi a terceira partida das águias em sete dias [vitória sobre o CR Évora (14-21), derrota ante o CDUL (23-21) e vitória frente ao GD Direito (5-20)].

Na próxima jornada (11.ª) a equipa benfiquista defronta a Académica.

GD Direito-Benfica, râguebi

DECLARAÇÕES

Pedro Vital (treinador do Benfica): “Foi uma vitória muito importante frente ao Direito! Num jogo muito difícil, a entrega dos jogadores no campo foi fundamental para obtermos os quatro pontos. Durante o jogo tivemos quatro jogadores de fora com amarelo, dois coincidiram durante nove minutos. A resposta da equipa a defender foi impressionante, sem dúvida a melhor performance desde o início da época! Em posse de bola, soubemos cumprir o plano de jogo e aproveitar as fragilidades do adversário. Foi um dia especial pela presença do Presidente Rui Costa e pelo facto de termos vencido num campo onde não vencíamos há 13 anos! Como sempre, o mais importante agora é começar a preparar o jogo contra a Académica já no próximo fim de semana.”

GD Direito-Benfica, râguebi

Zyad Al Achouni (jogador do Benfica): “Começar por dar os parabéns a equipa pela vitória e pelos quatro pontos conseguidos fora de casa contra um adversário com uma qualidade reconhecida. O jogo foi marcado por vários cartões amarelos para o Benfica ainda durante a primeira parte, aos quais a equipa respondeu com uma grande união e espírito defensivo! O Direito acabou por entrar no marcador, obtendo resposta da nossa parte diretamente do pontapé de reinício de jogo. O intervalo permitiu à equipa respirar e recalibrar, vendo-se uma melhoria significativa na qualidade de jogo, transformando-se em pontos graças a uma interceção mágica do ponta, levando a um ensaio de 50 metros. O fim do jogo foi marcado pela nossa disciplina e entrega defensiva. O resultado fixou-se em 5-20, relevando a capacidade de resistência desta equipa, após três partidas em sete dias! Continuamos focados até à pausa e vamos até Coimbra com uma só coisa na mente: a vitória!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.