Golo de Luís Semedo coloca o Benfica nos oitavos da UEFA Youth League

Manhã de quarta-feira de decisões! No Benfica Campus decidiu-se o vencedor do grupo E da UEFA Youth League 2021/22. As águias, superiores, venceram o Dínamo Kiev, por 1-0, e garantiram o acesso direto aos oitavos de final da prova. Exibição madura!

Frente a frente os dois primeiros classificados do grupo E, com um ponto a separar as equipas. Dínamo, na dianteira (13 pontos) e Benfica, vice-líder com 12 pontos… Olhando friamente para os números, uma certeza: as águias tinham de ganhar para vencer o grupo e apurar-se diretamente para os oitavos de final da competição. Verdadeira final em perspetiva e assim foi!

A primeira oportunidade surgiu logo aos 6′, com Voloshyn, em lance individual, a enviar a bola ao ferro da baliza de Samuel Soares. O Benfica reagiu prontamente através de um lance de bola parada, mas Martim Neto, na conversão do livre indireto, não levou perigo de maior.

Desafio intenso e muito disputado e com mais um par de oportunidades. Primeiro, aos 14′, Brazhko rematou rasteiro e bem enquadrado, mas Samuel Soares estava atento e disse “não”. Depois, António Silva, no minuto seguinte, disparou forte, contudo, o esférico saiu por cima da barra. João Neves também tentou a sorte, mas os seus dois remates foram intercetados.

Primeiros 20 minutos com as equipas a tentarem impor-se e ao respetivo jogo… alguns lances mais disputados, desafio quentinho e vários amarelos com o árbitro autoritário a não perdoar.

Benfica-Dinamo

A precisar de marcar para concretizar o objetivo, e perante uma formação à qual bastava o empate, retraída e expectante, mais Benfica a partir deste momento. Mais posse de bola, mas agressividade, mais remates e muita ambição, com as águias a assumirem as despesas da partida, contudo, a faltar melhor definição na hora H! 30 minutos de jogo… e mantinha-se o nulo!

Aos 37’, lance duvidoso na pequena área, com João Neves a cair e a pedir-se grande penalidade, mas o árbitro nada assinalou e mandou seguir.

Até ao intervalo, o Benfica carregou, carregou, e finalmente, o já merecido golo surgiu aos 44′. Jogada espetacular do coletivo, Diego Moreira cruzou com régua e esquadro, e Luís Semedo, oportuno, com um remate forte no coração da área, fez o 1-0. Grande momento de futebol!

Benfica-Dinamo

A segunda metade arrancou com a chuva a surgir no Benfica Campus e algumas alterações na formação ucraniana, com a partida a mudar de características. Com o Benfica em vantagem, passagem assegurada diretamente aos oitavos, e do outro lado o Dínamo Kiev a ter de fazer pela vida para inverter o rumo dos acontecimentos.

Inteligentes, os encarnados geriam e controlavam, com os ucranianos, a verem os seus intentos frustrados, a recorrem a muitas faltas. Fase de jogo com algumas quezílias, muitas pausas e muitos livres, pelo meio, destaque para o remate de meia distância de Pedro Santos a passar ao lado.

Martim Neto esteve em evidência na marcação das bolas paradas, apesar de não levar grande perigo às redes contrário; Luís Semedo, aos 64’, também num livre, chamou o guardião adversário a uma bela defesa após um remate colocado e forte.

Sem encontrar soluções face à postura sólida dos encarnados, o Dínamo criou perigo aos 65’, aproveitando um erro da defesa das águias. Resolveu Samuel Soares, resolveu o ferro da baliza… Na resposta, aos 67’, jogada individual de Martim Neto, a tirar dois adversários da frente, mas a perder no cara a cara com o guardião, que saiu muito bem e fechou o ângulo.

Benfica-Dinamo

Dez minutos volvidos (77’), vida ainda mais complicada para o Dínamo, com o segundo amarelo e respetiva expulsão de Brazhko.

Em superioridade numérica e em superioridade no jogo jogado, o Benfica partiu para uns derradeiros minutos de muita classe, com várias oportunidades para dilatar. João Resende, aos 85’, recebeu, rodou na área e rematou, mas o esférico saiu ao lado; aos 88’, João Neves, tentou o chapéu de longa distância, mas a bola, caprichosamente, não quis entrar… era um golo de bandeira!

Até ao final, o resultado não se alterou! Triunfo justo da melhor equipa em campo, uma equipa jovem que mostrou maturidade e enorme personalidade. Objetivo cumprido! O Benfica, com muito mérito, está nos oitavos de final da UEFA Youth League. 

Benfica-Dinamo
Benfica-Dínamo Kiev
1-0
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica
Samuel Soares, João Tomé, Tomás Araújo, António Silva, Rafael Rodrigues, Nuno Félix, Martim Neto (Hugo Félix, 90′), João Neves, Pedro Santos (João Neto, 82′), Diego Moreira (Ricardo Marques, 76′) e Luís Semedo (João Resende, 82′)
Suplentes
André Gomes, Martim Ferreira, Zan Jevsenak, Hugo Félix (90′), João Neto (82′), Ricardo Marques (76′) e João Resende (82′)
Ao intervalo1-0
Golos do Benfica
 Luís Semedo (44′)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.