Jorge Jesus tem até à abertura de mercado para convencer SAD a renovar

A renovação de contrato entre Benfica e Jorge Jesus não estava próxima antes do dérbi e mais longe ficou após a derrota, por 1-3, que deixou os encarnados a quatro pontos de leões e dragões na Liga. Mas já não será somente a ligação entre clube e treinador para lá do final da época que estará em causa depois dos acontecimentos da Luz. Até mesmo a continuidade de Jesus até final da época poderá ser beliscada, face aos resultados, à qualidade, ou falta dela, do futebol apresentado e, sobretudo, à relação com os adeptos, seriamente ferida.

A SAD está em reflexão, avaliando a situação, e JJ estará fragilizado como nunca, até porque o homem que apostou nele, Luís Filipe Vieira, já não está no clube.

A forma como os benfiquistas contestaram o treinador foi um dos momentos mais marcantes da noite do dérbi. Lenços brancos, aos milhares, assim que Matheus Nunes fez o 0-3.

Se o Benfica enfrentar com sucesso os desafios que tem pela frente em dezembro, então a continuidade do técnico até final da temporada poderá estar garantida. 

Quarta-feira há um primeiro dia D para o Benfica de Jesus: Dínamo Kiev na Luz, com a equipa já apurada, no mínimo, para a Liga Europa.

Leave a Reply