Golo do Paços de Ferreira nasceu no Benfica Campus e tem contrato com as águias

Nuno Santos, que marcou o golo do Paços de Ferreira na derrota frente ao Benfica (1-4), assumiu que o grande golo, de livre direto, de Grimaldo, que deu o empate, acabou por ser determinante para a reviravolta no marcador alcançada pela equipa encarnada.

«Criámos oportunidades claras, mas acho que a individualidade de Grimaldo sobressaiu e esse foi o ponto crucial para a reviravolta», reconheceu o jogador pacense.

Nuno Santos, que está cedido pelo Benfica, marcou o golo do Paços de Ferreira: «É especial. Neste momento estou no Paços e tento fazer o melhor pelo clube. É um sabor diferente jogar neste estádio.»

O Paços não venceu nos últimos cinco jogos: «Acho que quando os resultados não estão a nosso favor temos de trabalhar ainda mais, porque é sinal de que as coisas ainda não estão bem. Se cada um der mais de si ficamos todos mais fortes e é isso que vamos fazer.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.