Cancelo elege melhor 11 português da Premier League com jogadores formados no Benfica Campus

A atravessar um excelente momento de forma no Manchester City, João Cancelo foi convidado pelo site do clube para elaborar o melhor onze com jogadores portugueses que joguem, ou já tenham jogado, em Inglaterra.

O internacional português decidiu-se por uma tática 4-3-3, justificando as escolhas para cada posição, começando pela zona mais defensiva, onde escolheu Rui Patrício para a baliza e um quarteto defensivo formado por Nelson Semedo, Ricardo Carvalho, Ruben Dias e…o próprio João Cancelo.

«Na baliza coloco o Rui Patrício: é um guarda redes seguro e com muito carácter. A lateral direito, escolho-me a mim (risos). Defesa central, Rúben Dias, pela sua liderança. Já o conhecia e tem sido muito importante desde que chegou ao Manchester City. O outro defesa central que escolho é o Ricardo Carvalho: penso que foi um dos melhores defesas do futebol português e escolho-o para jogar ao lado do Ruben Dias. A lateral esquerdo coloco o Nelson Semedo, porque é muito bom a nível técnico e físico», afirmou Cancelo.

Para o meio campo, o trio escolhido pelo lateral da Seleção Nacional é constítuido por João Moutinho, Bruno Fernandes e Bernardo Silva. Um meio campo de grande qualidade com que qualquer equipa ambicionaria poder contar. João Cancelo justifica as opções.

«No meio campo vou colocar o João Moutinho como médio mais central. É um colega de quem eu gosto muito na seleção nacional. Adoro o futebol dele, é um jogador muito inteligente e também é um líder. É sempre importante ter um jogador como ele na equipa. Ao lado dele no meio-campo, escolho o Bruno Fernandes. É um jogador com bom remate, muito pragmático, mentalmente forte e eu gosto desse tipo de jogadores. O outro médio que escolho é o Bernardo Silva, com o número 10. É o único número que o descreve. É um jogador fenomenal e, para mim, um dos melhores jogadores portugueses dos últimos tempos», atirou o jogador dos citizens.

Na frente do terreno, o trio é composto por Nani, Diogo Jota e o suspeito do costume: Cristiano Ronaldo: «No ataque, coloco o Nani do lado direito. Na esquerda escolho o Cristiano. Não preciso de dizer porquê, é o melhor jogador português de todos os tempos e é óbvio que tinha de estar nesta equipa. No centro do ataque coloco o Diogo Jota, do Liverpool. É um jogador que marca muitos golos e é muito forte dentro da área», terminou João Cancelo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.