Benfica goleia o FK Lucenec e termina Grupo 1 da fase principal da UEFA Champions League só com vitórias

Três jogos, três vitórias, 17 golos marcados e três sofridos. Foi com estes números que a equipa de futsal do Benfica fechou a participação no grupo 1 da fase principal da UEFA Champions League. Neste sábado, na Sportová Hala Arena, frente ao FK Lucenec, vitória, por 1-10.

O Benfica entrou para este jogo da 3.ª jornada ante o conjunto eslovaco já com a Ronda de Elite garantida (e será cabeça de série no sorteio). No primeiro jogo na prova europeia, triunfo, diante do FP Halle-Gooik por 2-1, confirmando a presença na Ronda de Elite e a liderança no grupo após ganhar aos russos MKF Sinara Ekaterinburg, por 1-5.

Na quadra, os encarnados entraram com pressão alta e as oportunidades de golo não demoraram a chegar. Aos 2′, o Benfica ficou perto dos festejos em duas ocasiões. Primeiro, Fits a rematar para defesa do guarda-redes do Lucenec, após rodar bem sobre o opositor direto; segundos depois, Chishkala atirou ao poste. A turma da casa respondeu aos 4′. Tiro de Brunovsky para defesa de André Sousa.

O jogo estava vivo na quadra e, aos 8′, o FK Lucenec esteve perto de inaugurar o marcador. Perda de bola das águias, os eslovacos saíram em contra-ataque e Bruno Petterson a obrigar André Sousa a aplicar-se. No minuto seguinte (9′), golo do Benfica! Nilson assistiu Chishkala no coração da área, o russo rodou sobre o guardião do FK Lucenec, Kusnir, e atirou para a baliza deserta. 0-1 na Sportavá Hala Arena.

O FK Lucenec, a perder, tentou reagir. Aos 10′, Serbin esteve perto do golo, mas André Sousa, com uma excelente intervenção, a negar. O jogo estava em modo bola cá, bola lá, e num pontapé de canto batido por Robinho, Nilson, em boa posição, a levar o esférico a bater na barra (11′). O golo não surgiu aqui, apareceu aos 16′. Tiro de Rômulo à entrada da área e 0-2 para as águias. Ficou a ideia de que Kusnir não viu a bola partir.

Bola ao centro e golo do Benfica. Transição rápida iniciada por André Sousa, o guardião deixou em Rafael Henmi à esquerda, diagonal, remate para defesa de Kusnir, e Nilson, oportuno, a fazer a recarga para o 0-3, aos 16′. Só dava Benfica nas quatro linhas, e Jacaré fez um golaço aos 19′. Afonso Jesus chamou o pivô à jogada e este respondeu com um belíssimo chapéu que terminou no fundo das redes. 0-4 na Sportavá Hala Arena, resultado com que se chegou ao intervalo.

Dos balneários para a etapa complementar veio um Benfica sedento de mais golos. Aos 22′, Robinho, em cima da linha de golo a confirmar o 0-5, e no minuto seguinte, aos 23′, Fits, com uma boa jogada individual, a rematar para o 0-6. Mesmo a golear, os encarnados carregavam e, aos 28′, quase houve novo golo, mas o remate de Bruno Cintra embateu nos ferros.

Não faturou o Benfica, marcou o FK Lucenec por intermédio de Serbin, aos 30′, colocando o placard em 1-6. As águias voltaram a carregar aos 33′. Jogada de Rafael Henmi, que fletiu da direita para dentro e teve o disparo travado por Kusnir. O 1-7 surgiu por Bruno Cintra, com um remate à boca da baliza, após assistência de Fits, aos 35′. O FK Lucenec podia ter feito o segundo golo por Cerovsky, aos 36′, mas André Sousa defendeu. No seguimento do lance, o Benfica fez o 1-8, aos 36′, por intermédio de Chishkala. Foi o bis do russo no encontro.

A equipa que jogava em casa estava sem norte e, aos 37′Silvestre Ferreira aproveitou uma perda de bola do guarda-redes do FK Lucenec para fazer o 1-9. Bola ao meio, recomeço da partida e… tento dos encarnados. Aos 38′, Afonso Jesus juntou o seu nome à lista dos marcadores e fixou o resultado final em 1-10.

Assegurada a Ronda de Elite da UEFA Futsal Champions League, é hora de o Benfica se focar na Liga Placard. A 3 de novembro, pelas 18h00, há deslocação ao reduto do Quinta dos Lombos.

Pulpis

DECLARAÇÕES

Pulpis (treinador do Benfica): “Estamos contentes por esta partida, mas, sobretudo, por toda esta fase. Não foi uma partida fácil de jogar, porque já estávamos qualificados. Tivemos de trabalhar a questão motivacional, porque não era fácil os jogadores estarem concentrados. Sabíamos que tínhamos de ter paciência, pois eles tinham jogadores brasileiros com experiência. Jogámos com intensidade e com um ritmo alto. Cumprimos o objetivo e estamos contentes. O grupo não era fácil. O Sinara Ekaterinburg é o campeão russo e o Halle-Gooik pode ser uma das boas surpresas desta edição. Fizemos um bom trabalho, e agora é mudar o chip, porque vamos ter um jogo com o Quinta dos Lombos e temos de estar concentrados.”

FK Lucenec-Benfica
1-10
Sportová hala Arena
Cinco inicial do Benfica
André Sousa, Silvestre Ferreira, Afonso Jesus, Chishkala e Fits
Suplentes
Roncaglio, Rômulo, Rafael Henmi, Nilson, Robinho, Tayebi, Bruno Cintra e Jacaré
Ao intervalo0-4
Marcadores do Benfica
Chishkala (9′ e 36′), Rômulo (16′), Nilson (16′), Jacaré (19′), Robinho (22′), Fits (23′), Bruno Cintra (35′), Silvestre Ferreira (37′) e Afonso Jesus (38′)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.