Jorge Jesus admite rotação na equipa para Guimarães e criticou o anti-jogo em Portugal

O Benfica venceu (1-3) o Vitória de Guimarães, na Cidade-Berço, na 7.ª jornada da Liga Bwin, mas, desta feita, para a 2.ª jornada do grupo A (fase 3) da Taça da Liga, Jorge Jesus sabe que terá um contexto competitivo “diferente”. Mas o técnico, esperando um rival com o seu “melhor onze” e tendo de modificar a equipa em função da densidade competitiva a que tem estado sujeita, deixou claro, em declarações à BTV, que o coletivo “está preparado” para um embate “extremamente difícil”.

«Vou ter de tomar opções, daqui a três dias jogamos no Estoril, depois na terça-feira em Munique, e tenho de tomar essas opções. Seguramente não vou lançar o 11 que jogou em Vizela e tem de ser assim, de forma a não colocar em campo jogadores que estejam no risco de lesão, sabendo que o rendimento dos jogadores também baixa», disse, prevendo dificuldades no D. Afonso Henriques.

«Será um jogo com caraterísticas completamente diferentes porque equipas como o Vitória de Guimarães, e não só, vêem neste troféu uma possibilidade de ganharem títulos. Vamos encontrar um Vitória que já ganhou ao Covilhã (2-0) e se amanhã perdermos estamos eliminados. Por isso, vamos encarar o jogo como sendo decisivo. O Vitória de Guimarães é forte, de certeza que vai lançar o melhor onze, mas estamos confiantes.»

Durante a antevisão ao jogo em Guimarães, para a Taça da Liga, Jorge Jesus não se coibiu de criticar aquilo que considera ser o excessivo antijogo das equipas no campeonato português.

«Quando vens de um jogo na Champions… A intensidade é completamente diferente, os comportamentos das equipas da Liga dos Campeões são completamente diferentes do campeonato português. Em Portugal, uma equipa faz-te antijogo umas seis, sete vezes nos 90 minutos e isso tira intensidade ao jogo.

–  Na Champions não vês isso, as equipas jogam os 90 minutos… Mas é algo que também está relacionado com as arbitragens, em Portugal sempre que um jogar cai é falta. Há demasiadas paragens e isso faz com que o campeonato não seja tão intenso como podia ser com a qualidade individual que temos», apontou o treinador encarnado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.