Rui Costa recorda memórias de Ângelo Martins e a sua “determinação tremenda e raça”

Declarações de Rui Costa esta segunda-feira à margem da missa em memória de Ângelo Martins, antigo jogador do clube encarnado.

Presença: “Duplamente, enquanto presidente do Benfica, por alguém que foi bicampeão europeu e um homem da casa, e enquanto Rui Costa, pois foi meu treinador. Não podia não estar.”

Homenagear figuras do clube: “Sempre, independentemente de ser presidente ou não. Aqui há duas vertentes, uma como presidente, para alguém como homem do Benfica, e também até como meu treinador nas camadas jovens.”

Primeiras horas na presidência: “Bem. Com muito trabalho, mas bem. De muito trabalho, mas no fundo desde o dia 9 de julho isso não se altera muito, porque já estava a fazer essas funções.”

Falou já com Jorge Jesus? “Falo todos os dias com Jorge Jesus.”

Memórias de Ângelo Martins: “Infelizmente, nunca o vi jogar. As memórias que tenho dele enquanto jogador da formação são de treinador dos juniores quando eu estava nos infantis e iniciados. Numa fase mais tardia, ele já não estava nos juniores, mas estava um pouco com todas as equipas. Foi um homem com uma determinação tremenda e raça. Conseguiu incutir isso também para nós. Foi um grande nome do clube, foi bicampeão europeu. O historial foi fantástico, um treinador da casa e foi meu treinador.”

Conseguiu convencer Domingos Soares de Oliveira a ficar? (Não respondeu e seguiu para o interior da Igreja).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.