Germán Conti deseja regressar ao Benfica no final do empréstimo ao Cólon

Germán Conti explica porque não conseguiu vingar no Benfica. Contratado ao Cólon, em 2018, o defesa-central argentino fez dez jogos apenas pela equipa principal. Acabou por sair por empréstimo para o Atlas (México), atualmente está cedido ao Bahia (Brasil).

«No Benfica consegui estrear-me na Liga dos Campeões e foi uma experiência inesquecível. Era um sonho. Tinha acabado de chegar ao Benfica e fizemos uma pré-época onde defrontámos as melhores equipas do mundo. Estava a viver um sonho. Tenho uma espinha atravessada por não ter jogado mais, mas sofri várias lesões, algo que nunca tinha acontecido na carreira. Isso fez com que perdesse terreno porque há sempre alguém à espera para ficar com o teu lugar», recordou em entrevista ao Cuatro Tuiteros.

A chamada à seleção era o objetivo seguinte do central, de 27 anos: «Sentia que estava perto. Quando estava no Benfica sabia que, se continuasse a jogar, tinha hipóteses de ser chamado porque outros jogadores do clube eram convocados.»

A saída do Cólon foi um processo natural: «Estive perto de assinar por vários clubes, mas continuei focado porque sabia que podia dar o salto. Recebi propostas do Atlético Mineiro e do Boca Juniors, mas preferi o Benfica.»

Vinculado ao Benfica até 2023, Conti espera um dia regressar ao Cólon: «Tenho mais meio ano de contrato com o Bahia e nunca se sabe o que vai acontecer depois. Oxalá esse regresso possa acontecer, mas não posso dizer quando nem como.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.