Adel Taarabat e seleção marroquina já deixaram a Guiné-Conacri

De acordo com Mohamed Makrouf, responsável da Real Federação Marroquina de Futebol (RFMF), citado pela AFP, a comitiva marroquina, na qual está integrado Adel Taarabat, jogador do Benfica, «já embarcou e está a regressar a Marrocos», deixando assim para trás o cenário de golpe de Estado na Guiné-Conacri.

A seleção marroquina encontrava-se instalada em Conacri para, amanhã, defrontar a seleção local em jogo de qualificação para o Mundial 2022 que face aos recentes acontecimentos acabou suspenso.

A FIFA informou: «A atual situação política e de segurança na Guiné-Conacri é bastante volátil e está a ser monitorizada de perto por FIFA e Confederação Africana de Futebol (CAF). Para assegurar a segurança de todos os jogadores e árbitros, FIFA e CAF decidiram adiar o jogo.»

Durante a tarde, Mohamed Makrouf, da RFMF, já havia anunciado o início da operação para retirar de Conacri toda a equipa de staff de regresso a Rabat.

Leave a Reply