Paragem para as seleções aproveitada para trabalhar reforços

Nem tudo estará perdido para Jorge Jesus, treinador do Benfica, quanto aos interesses dos encarnados nesta paragem de provas de clubes para dar lugar a compromissos de seleções.

A equipa teve de travar, depois de sete vitórias e um empate (saboroso, pois garantiu apuramento para fase de grupos da Liga dos Campeões), que permitiram atingir objetivo europeu e também comando isolado do Campeonato, mas haverá pontos positivos a reter, como a possibilidade de ver melhorados os índices de alguns jogadores nucleares, entre eles dois reforços: Valentino Lazaro e Soualiho Meité.

O primeiro acaba de chegar a Portugal e aproveita esta fase para tentar aproximar-se do ritmo dos companheiros e conhecer, ao mesmo tempo, os novos colegas e as ideias do treinador, assim como acelerar a adaptação ao clube e ao ambiente que o rodeia, o que pode acontecer mais facilmente sem uma agenda carregada de jogos.

O lateral/médio internacional austríaco foi o último a chegar, mas é jogador relevante para Jesus e para a SAD, que fez elevado investimento para conseguir o empréstimo em cima do encerramento da janela de mercado.

Leave a Reply