Dono do Spartak assume que só com alguma sorte a eliminatória poderá virar em Lisboa

Leonid Fedun, bilionário russo que detém o Spartak Moscovo, comentou a derrota com o Benfica (0-2), na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O dono do conjunto moscovita assumiu a superioridade da equipa portuguesa.

«Não aconteceu o milagre. É visível a degradação do futebol russo, nota-se nas competições europeias. Estamos cada vez mais longe da Europa. Já não somos um campeonato de segunda linha, mas sim de terceiro nível. E por muito que a nossa equipa tenha lutado, os portugueses foram mais técnicos. Agora vamos lutar na segunda mão, a bola é redonda e, talvez, com alguma sorte as coisas virem a nosso favor», desabafou ao Sports Express.

Recorde-se que o Spartak Moscovo visita o Benfica no dia 10 de agosto, para o jogo da segunda mão. A equipa russa precisa de marcar pelo menos dois golos para evitar a eliminação.

Leave a Reply