Benfica tem um mês para colocar excedentes… que não são poucos

A época 2021/2022 começa para o Benfica neste próximo dia 4 de Agosto, e os encarnados têm ainda vários casos pendentes para resolver no plantel.

Se é certo que poderão haver ainda entradas, até porque parece urgente o reforço nas laterais, a verdade é que são vários os excedentes ainda por resolver no plantel de Jorge Jesus.

Vamos então a nomes:

Mile Svilar: O guarda-redes de 21 anos entra na sua quarta temporada de águia ao peito, que é também a última do seu contrato. O jogador de dupla nacionalidade (belga e sérvia) está renitente em renovar pelas águias fruto das poucas chances na equipa principal, e procura dar outro rumo à carreira.

Depois de uma época em bom nível na equipa B, onde foi mesmo capitão, a solução passa por renovar e emprestar, ou transferir já com algum encaixe para os cofres da Luz. Recorde-se que Svilar chegou dos belgas do Anderlecht a custo zero, e é dessa forma que o Benfica arrisca-se a perder o jogador.

Gilberto: Inscrito para o duplo confronto da 3ª pré-eliminatória de acesso à Champions, frente ao Spartak de Moscovo de Rui Vitória, o lateral-direito recrutado no verão passado ao Fluminense pode estar de saida das águias ainda assim.

Apesar de pedido expresso de Jorge Jesus na época passada, o jogador não convenceu o Benfica nem os seus adeptos, e vai resistindo graças às lesões de André Almeida e Diogo Gonçalves. Com a recuparação destes, e a eventualidade de chegar novo reforço para a posição (fala-se do argentino Gonzalo Montiel), Gilberto deverá ser transferido muito provavelmente de regresso ao Brasil. Pouca esperança. portanto para a manutenção de Gilberto.

Ferro ou Morato: Um destes dois deve ser colocado. O brasileiro é o preferido de Jorge Jesus para permanecer no plantel, mas a sua lesão logo no primeiro jogo de preparação, obrigou à manutenção de Ferro até pela ausência de outros centrais mais consagrados. Otamendi estava na Copa América e Lucas Veríssimo estava lesionado. Com o regresso destes, voltou a desaparecer e nem foi opção para os últimos confrontos de pré-época.

Com já 24 anos, Ferro entra nas contas de jogadores formados na casa para inscrição na Champions. Mas ainda não é certo que o Benfica esteja na competição milionária, e além do mais existem já vários jogadores formados no Benfica Campus no plantel. Ferro é o favorito a sair, pelo que novo empréstimo ou saida em definitivo estão em cima da mesa.

Morato deverá manter a confiança de Jesus, e completar o lote de 4 centrais do plantel principal. Numa defesa a três Jorge Jesus já mostrou vontade de contar como opção com André Almeida como central mais à direita, e ainda há o jovem prodígio da formação, Tomás Araújo.

Gabriel: O médio luso-brasileiro é definitivamente carta fora do baralho. Jorge Jesus já mostrou que não conta com o atletas, e até pondera uma despromoção, para já, para a equipa B.

Gabriel tem mercado e deve mesmo ser colocado em definitivo até final deste mercado. Espanha é onde tem mais cartel, mas outros mercados não estão de todo afastados. Certo é que não fica.

Andreas Samaris: A despromoção à equipa B já foi consomada, mas as duas partes ainda estão em conversações para uma solução. O internacional grego também não conta para Jorge Jesus, e as águias procuram uma rescisão amigável. O acordo não está fácil mas é credível que se chegue a bom porto.

Samaris é um amante do Benfica e já no passado recusou melhor proposta dos dragões, numa situação de fim de contrato. Também por isto o jogador merece todo o cuidado e respeito no tratamento, e Rui Costa não será insensível a este facto. O único facto é que não fará parte do plantel principal encarnado na próxima época.

Jota: Tido como uma enorme esperança para o futuro do futebol encarnado e nacional, Jota vai tardando em se afirmar de águia ao peito. Na verdade, também em Espanha não se conseguiu impor numa equipa de baixo calibre, e ao Benfica regressou sem muita utilização.

Todos ainda esperam que o prodígio encarnado possa “explodir”, até fruto da sua idade. Jota ainda só tem 22 anos. Mas já se viu que também não é opção para Jorge Jesus, e as águias vão com certeza voltar a ceder o jovem jogador.

Depois do fracasso que foi a sua saída para o estrangeiro, é muito provável que Jota possa desta vez ser emprestado a um clube da Primeira Liga. Em definitivo é que parece não ser opção, pois ainda há esperança que o internacional português sub-21 possa singrar e evoluir para o jogador que se previa durante a sua formação.

Chiquinho: Este é um dos jogadores em que o Benfica espera obter mais encaixe. Com a promoção de Paulo Bernardo e a contratação de João Mário, o médio atacante recuperado ao Moreirense está novamente de saída, e novamente em definitivo. A verdade é que Chiquinho tem mercado que possa pagar os valores pretendidos pelos encarnados, e nas próximas semanas deve haver uma conclusão deste processo. Saída garantida.

Carlos Vinícius: Jogador com golo e grande cartel pela Europa fora. Menos para Jorge Jesus. O brasileiro esteve na época passada no Tottenham, mas esteve tapado por Henry Kane. Apesar de ter jogado a espaços e até com golos e assistências, o avançado foi devolvido ao Benfica por ser considerado caro (40 milhões). E é com Carlos Vinícius que o Benfica espera o maior encaixe neste mercado de verão. O mesmo estará por dias, e fala-se de 25 milhões oferecidos, muito provavelmente pelo Wolverhampton de Bruno Lage. A chegada de Yaremchuk por 17 milhões vem tornar esta transferência mais urgente. Recorde-se que o Benfica tem agora cinco pontas de lança mais Rafa e Waldschmidt.

Haris Seferovic: Pouco falado com transferível, mas a verdade é que o seu factor perdulário voltou a estar em destaque na época passada, tendo dado um ar da sua graça do Euro-2020. E o Benfica deve aproveitar isto para facturar com o internacional suiço.

A contratação do ucraniano Yaremchuck vem abrir espaço a saídas no ataque. A juntar a isto vem a ascensão de Gonçalo Ramos nesta pré-época que terá convencido Jorge Jesus em apostar em si e em definitivo para a nova temporada. Depois há a contratação de Rodrigo Pinho, que chega com o aval do treinador, e ainda o Darwin de quem se espera a sua explosão na próxima época, e depois de debelar a sua lesão. A juntar a estes, também Rafa Silva e Luca Waldschmidt podem fazer parte destas contas em muitas partidas ou parte delas.

Seferovic deve acompanhar Carlos Vinícius e também ser transferido em definitivo. Um valor por volta dos 15 milhões pode ser o suficiente para convencer as águias à sua transferência, sendo que se fala muito do Tottenham de Nuno Espírito Santo.

Estas são assim as saídas que ainda se esperam ver resolvidas pelo departamento de futebol do Benfica durante este mês decisivo para o futuro das águias neste temporada de 2021-2022.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.