Notáveis do Benfica reagem à detenção de Luís Filipe Vieira

Bruno Costa Carvalho, candidato às últimas eleições do Benfica, já reagiu à detenção do presidente Luís Filipe Vieira numa nota colocada no Facebook:

«Não faço ideia do grau de culpabilidade de Luís Filipe Vieira e tem todo o direito a defender-se como melhor entender.

Mas, Luís Filipe Vieira terá que fazer a sua defesa bem longe do Benfica.

Alguém imagina que o Presidente da EDP ou da Galp continuasse a ser Presidende dessas instituições se fosse detido?

É preciso recordar que a Benfica SAD é uma empresa cotada. Mas, mesmo que não fosse, é moralmente inaceitável a continuidade de um Presidente de um instituição nestas condições.

Luís Filipe Vieira deverá apresentar, de imediato, a sua demissão do Benfica e ir defender-se, como melhor entender, sem arrastar mais o nome do clube.

Quanto ao resto da Direcção, o único caminho é a demissão e a convocação, imediata, de novas eleições, uma vez que as eleições no Benfica são, evidentemente, centradas na figura do candidato a Presidente da Direcção.

Enfim, tudo isto vai prejudicar muito o Benfica, mas nada pior do que o nome do Benfica estar, mais uma vez, a ser arrastado para a lama. Há que pôr um fim imediato a isto.»

António Simões, antigo jogador e dirigente do Benfica, mostrou o enorme descontentamento com a detenção de Luís Filipe Vieira, apontando a forma como este caso judicial mancha o bom nome do clube na praça pública.

«Isto não me surpreende, andei muitos anos no futebol e conheço muita gente. Não tenho elementos em meu poder para saber qual será o desfecho deste caso, mas isto prejudica gravemente o Benfica. Mesmo que não aconteça nada ao presidente, há situações preocupantes, como esta, que não trazem boa imagem para o clube. Isto tira credibilidade, não são só os títulos, é também quem manda. Luís Filipe Vieira e quem votou nele têm de fazer uma reflexão. Oxalá a verdade venha ao de cima, estou muito triste e magoado. Não me revejo neste Benfica, já o digo há muito tempo e muita gente se virou contra mim por isso», pediu António Simões, em comentário à SIC.

Presidente do Benfica entre 1994 e 1997, Manuel Damásio reagiu esta quarta-feira à detenção de Luís Filipe Vieira, atual líder das águias. O antigo dirigente deixou um apelo.

«São momentos que custam, porque envolvem amigos e o meu clube. Está tudo numa fase muito inicial e ainda não deu para perceber muito bem o que se passa, por isso peço aos benfiquistas que tomem posições quanto ao presidente e à restante direção, porque ainda não se sabe o que se passa. Vamos aguardar serenamente, porque tudo isto é muito confuso», explicou à TVI 24.

Manuel Damásio frisou a presunção de inocência.

«Mais do que um clube, o Benfica é uma instituição portuguesa, mexe com o país. Óbvio que as coisas têm de ser feitas como se fosse outro clube, ou outra pessoa, mas tudo o que está a ser dito tem de ser provado. Atualmente, acusam-se pessoas, tiram-se ilações e depois não é assim. Vamos ter calma e ouvir o que a justiça tem a dizer», atirou.

Isaías, antigo avançado do Benfica, também não quis deixar de comentar a enorme polémica em torno da detenção de Luís Filipe Vieira. Através das redes sociais, o brasileiro, que apoiou, lembre-se, a candidatura de João Noronha Lopes, marcou posição.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.