Benfica sagra-se Octacampeão em hóquei em patins feminino

Já está! A equipa feminina de hóquei em patins do Benfica sagrou-se neste domingo octocampeã ao bater, no Pavilhão Fidelidade, o Sporting por 8-5, no jogo 3 da final do play-off do Campeonato Nacional. 

As leoas, após terem empatado a final (1-1), com o triunfo na Luz no desempate por grandes penalidades, entraram a vencer no dérbi com uma grande penalidade apontada por Ana Catarina Ferreira, no minuto inicial da partida, após falta de Marlene Sousa sobre Margarida Florêncio. Porém, as águias responderam a preceito com quatro golos em menos de 10 minutos. Vamos a eles… 

Bola ao centro após o tento do Sporting e… golo do Benfica! Jogada de Flor Felamini e Marlene Sousa, antecipando-se a Ana Catarina Ferreira, a bater Cláudia Vicente e a fazer o 1-1 no marcador (2′). As águias exerciam grande pressão sobre a bola e, aos 4′, Flor Felamini consumou a reviravolta e colocou o Benfica na frente, por 2-1.  A partir daqui, as duas guarda-redes, Maria Celeste Vieira e Cláudia Vicente, começaram a mostrar serviço com várias defesas de bom nível. Aos 8′, a equipa de arbitragem assinalou bola presa e grande penalidade para o Benfica. Na marca, Flor Felamini não perdoou e o resultado aumentou para 3-1. Na pista do Pavilhão Fidelidade, as encarnadas mostravam grande eficácia e, aos 9′, Maria Sofia Silva fez o 4-1

Hóquei Benfica

Na frente por três golos, o Benfica baixou o ritmo do jogo, optou pelo ataque organizado em detrimento das transições rápidas, por forma a gerir melhor a posse de bola. Ainda assim, o conjunto leonino mantinha-se vivo e, aos 13′, Ana Catarina Ferreira teve direito a nova grande penalidade, mas Maria Celeste Vieira a defender por… três vezes. Logo de seguida, Sofia Moncóvio atirou ao poste da baliza encarnada e, aos 14′, Rita Lopes, em nova grande penalidade para o Sporting, a fazer o 4-2. Volvidos dois minutos, aos 16′, uma combinação entre as irmãs Rita e Rute Lopes permitiu à segunda um tiro na passada para o 4-3

O Sporting estava motivado e Sofia Moncóvio só não fez o 4-4, após passar por três benfiquistas, porque Maria Celeste Vieira evitou; na resposta, Marlene Sousa obrigou Cláudia Vicente a aplicar-se (18′). Sofia Moncóvio já tinha ameaçado em duas ocasiões e à terceira foi de vez, com a camisola 2 a empatar a contenda (4-4), aos 20′. O Benfica sentiu os golos sofridos, o Sporting, por seu lado, foi logo atrás de mais uma finalização, mas, desta feita, em boa posição, Sofia Moncóvio não disparou com a melhor direção. Dérbi louco, que chegou ao intervalo com o marcador em 4-4

Na etapa complementar, o ritmo começou muito alto, com as duas equipas a apostarem em transições rápidas para levar o perigo às áreas contrárias, ainda que as guarda-redes Maria Celeste Vieira e Cláudia Vicente tenham estado a bom nível entre os postes. Aos 32′, o 5-4 para o Benfica. Jogada de insistência de Flor Felamini, sorte no ressalto e remate para os festejos. Aos 35′, através de uma grande penalidade, Flor Felamini não conseguiu aumentar a contagem.

Em desvantagem, o Sporting voltou a carregar, com várias aproximações perigosas à área do Benfica, que respondia, mas cujos remates esbarravam, invariavelmente, em Cláudia Vicente. A exceção apareceu aos 42′. Jogada individual de Maria Sofia Silva, assistência e Marlene Sousa, à boca da baliza, a fazer o 6-4. As encarnadas estavam melhores e o 7-4 surgiu aos 44′. Jogada individual de Flor Felamini, ultrapassou a opositora direita e, isolada, bateu Cláudia Vicente. 

Hóquei Benfica

Aos 47′, as verdes e brancas ficaram a centímetros do golo, através de um desvio oportuno de Ana Catarina Ferreira que bateu no poste. O dérbi foi relançado aos 48′, com o golo de Sofia Moncóvio, que colocou o marcador em 7-5. A dois golos, o Sporting tentou reduzir para 7-6, mas Maria Celeste Vieira esteve gigante na baliza. Aos 49′, num livre direto, Maria Sofia Silva fez o 8-5 final que permitiu a conquista do 8.º título do palmarés

O Benfica junta o título de 2020/21 aos conquistados em 2012/132013/14, 2014/15, 2015/16, 2016/17, 2017/18 e 2018/19. Em 2019/20, por via da COVID-19, não foi atribuído o título de Campeão Nacional. 

Declarações

Paulo Almeida (treinador do Benfica): “A minha mulher faz 50 anos, faço 28 anos de casado no dia de anos dela, há 28 anos que fui campeão do mundo em Itália. Para a minha família e as minhas filhas um grande bem-haja pelo apoio, dão-me muita força. Estava escrito, este é o ADN do Benfica, ganhar títulos. Lutamos sempre pelo primeiro lugar, o segundo é o primeiro dos últimos. Mais um troféu para o Cosme Damião. Disse, ao intervalo, que com calma íamos ganhar o jogo. A segunda parte foi brilhante. Jogaram com cabeça e inteligência, parabéns às minhas jogadoras, grandes guerreiras.”

Marlene Sousa (capitã): “Muito contente pelo título, já eram dois anos sem levantar um troféu. Esta equipa vive de títulos, trabalhamos diariamente para chegar a este momento, dedicamos aos adeptos, à nossa família. Sabíamos que tinha de ser contra tudo e contra todos. Temos a Taça de Portugal para a semana que queremos vencer. Sabíamos que para vencer este campeonato tínhamos de ser 10 vezes melhor que o adversário e assim foi. Começamos muito bem o jogo, recuperámos depois. Apesar dos momentos menos bons, esta equipa merecia o título.”

Maria Celeste Vieira (guarda-redes): “Jogamos contra todos, três penáltis contra na primeira parte, afastadas do título pensavam ontem. Hoje mostrámos que merecemos ser campeões. Fizemos um grande campeonato. O segundo é o primeiro dos últimos. Parabéns a todas as equipas femininas desta casa que fizeram uma época histórica. O feminino não é quando o masculino não está bem. O feminino já dá cartas há muito tempo. Agradecemos ao presidente, ao vice-presidente, por apostarem no desporto feminino. Estamos de parabéns. Amanhã pensamos na Taça de Portugal. O Benfica mostrou ser a melhor equipa, não jogamos aos penáltis, desfrutamos da modalidade, sabíamos que tínhamos de estar dois ou três golos à frente para não nos mandarem para casa.”

Flor Felamini (avançada): “Obrigado ao Benfica, acho que as minhas colegas ajudaram-me a jogar assim. Quero mais conquistas. É uma equipa muito especial, sempre unidas pelo mesmo objetivo. Equipa incrível. Fui buscar forças onde não há, o jogo de ontem foi muito difícil e seria muito injusto se o Benfica não ganhasse. Esta equipa merece, jogou muito melhor.”

Maria Sofia Silva (avançada): “Estávamos a jogar em casa, sabíamos que se era levar para a negra tínhamos de vencer. Demos tudo e estou muito feliz, não tenho palavras. Tínhamos de dar tudo, nestes jogos o cansaço não existe, era o último jogo do campeonato. Demos tudo.”

Benfica-Sporting
8-5
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Maria Celeste Vieira, Beatriz Figueiredo, Flor Felamini, Marlene Sousa e Maria Sofia Silva
Suplentes
Rita Albuquerque, Catarina Pedro, Maca Ramos, Maria Inês Severino e Agustina Fernández
Ao intervalo4-4
Golos do Benfica
Marlene Sousa (2′ e 42′), Flor Felamini (4′, 8′, 32′ e 44′), Maria Sofia Silva (9′ e 49′)
Marcha do marcador
0-1, 1-1, 2-1, 3-1, 4-1, 4-2, 4-3, 4-4, 5-4, 6-4, 7-4, 7-5 e 8-5

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.