Miguel acredita que Valência não conseguirá prender Gonçalo Guedes

Atualmente ligado ao mundo do agenciamento de jogadores, o antigo internacional português Miguel continua bem atento à realidade do Valência, clube espanhol que representou durante sete temporadas e onde, em 2012, colocou um ponto final na carreira de futebolista profissional.

Em entrevista ao programa de rádio “Tribuna Deportiva”, o ex-lateral foi desafiado a avaliar a evolução de Thierry Correia e Gonçalo Guedes, dois compatriotas que integram o plantel do emblema “che”.

“Conheço o Correia desde que a mãe estava grávida dele, porque conheço muito bem os pais. Gosto muito dele, no primeiro ano ele chegou com pouca experiência e com a pressão dos 12 milhões de euros que pagaram pela transferência. Cresceu muito e isso deve-se ao treinador Javi Gracia”, começou por referir Miguel, referindo-se ao internacional sub-21 por Portugal. Sobre Guedes, perspetiva uma mudança de ares para breve.

“O Guedes tem tido azar com as lesões, mas faz a diferença se estiver bem. O clube não tem dinheiro, mas a diferença em relação aos outros é que o Valência não consegue agarrar os melhores e deixa-os ir para os rivais. Não compreendo isso”, rematou Miguel. Guedes, recorde-se, está ao serviço da Seleção Nacional no Euro’2020 e, nas últimas semanas, já foi apontado ao Sevilha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.