Movimento Servir o Benfica questiona moldes da Assembleia Geral Extraordinária

O Movimento Servir o Benfica enviou à Mesa da Assembleia Geral (MAG), na manhã desta segunda-feira um pedido de esclarecimentos devido à demissão de Rui Pereira, Presidente da MAG.

«Assunto: Assembleia Geral Extraordinária em convocação para o dia 3 e Julho de 2021

1.Dirigimo-nos a Vossas Excelências na sequência da comunicação recebida em 11 de Junho de 2021, anunciando a intenção de realização da assembleia geral extraordinária no dia 3 de Julho de 2021, e da subsequente renúncia ao exercício do mandato de Presidente da Mesa, em 12 de Junho de 2021, por invocada falta de apoio da Direção do Clube para a realização da reunião.

2. Tendo em conta a complexa preparação de uma assembleia geral no atual contexto, inédita nos moldes em que deve ser realizada, com possibilidade de realização no relvado e bancadas do Estádio da Luz, é com natural preocupação que assistimos à referida evolução de acontecimentos.

3. Deste modo, a primeira questão que apresentamos é se irá ser o Presidente de Mesa renunciante a presidir aos trabalhos, tendo em conta a norma estatutária que impõe a continuidade do exercício até 30 de Julho de 2021.

4. A segunda questão é que tipo de dificuldades tem a Mesa da Assembleia Geral encontrado no cumprimento do requerimento de convocação, nomeadamente as que decorrem da motivação da renúncia do Presidente da Mesa – “não conto com o necessário apoio dos corpos sociais, e em particular do Presidente e da Direção, para a convocação da reunião extraordinária da Assembleia Geral”.

5. Importa também questionar se a Mesa já comunicou à Direção Geral de Saúde a obrigação estatutária de convocar a assembleia geral extraordinária do Sport Lisboa e Benfica, com pedido de indicações de medidas de saúde pública a adotar para a sua realização.

6. Questiona-se ainda quando estimam emitir a convocatória da anunciada assembleia geral extraordinária, tendo em conta a necessidade de cumprir uma antecedência de 10 dias em relação à data de realização.

7. Por fim registamos a crescente controvérsia, geradora de incompreensões e cisões, no recurso ao voto eletrónico nas deliberações da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica, pelo que apelamos que nesta assembleia a Mesa recorra ao voto exteriorizado por outros meios (sinalização de braço no ar ou depósito de voto em urna).

Um último parágrafo para saudar o Prof. Doutor Rui Pereira, Presidente da Mesa da Assembleia Geral cessante, pelo apego demonstrado no cumprimento dos estatutos do Sport Lisboa e Benfica e no tratamento digno e igualitário conferido a todos os sócios do Clube, prestigiando a cultura benfiquista e diferenciando-se na sua conduta do sócio que o antecedeu em funções.

Lisboa, 14 de Junho de 2021.
Os signatários
Nome/n.º de sócio/assinatura
João Pinheiro, sócio n º 8238,
João Leite, sócio n º 12079,
Tiago Godinho, sócio n º 19385»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.