Transferência de Cervi para o Celta de Vigo ainda num impasse negocial

A mudança de Franco Cervi para o Celta continua pendente de acordo entre clubes – os espanhóis mantêm a oferta de janeiro, €4 milhões mais €2 milhões em variáveis, o Benfica pede agora €6 milhões mais €2 milhões em variáveis – mas Carlos Mouriño, presidente do emblema galego, acredita num desfecho feliz.

«Temos uma coisa muito boa, que é a decisão do jogador em vir. Tem uma fé cega em el Chacho [Eduardo Coudet, treinador] e quer jogar no Celta», revelou, ao podcast Ao Contraataque, recordando a razão pela qual Cervi não foi reforço em janeiro.

«Foi requisitado pelo seu treinador por causa das baixas do Covid-19. Parece-me justo e lógico. O que já não é lógico é o jogador ter antes um valor e agora ter outro. Respeitamos o que foi acordado. Acredito que vamos chegar a um acordo mas temos de continuar a negociar», disse Mouriño, recordando que Cervi pode «fazer» as três posições no ataque e «uma quarta, como lateral-esquerdo.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.