Jorge Jesus: “Temos de arriscar tudo numa final para sairmos vencedores”

A final da Taça de Portugal entre o SC Braga e o Benfica está marcada para as 20h30 deste domingo, no Estádio Cidade de Coimbra. Com um título em disputa, Jorge Jesus espera “um jogo com qualidade” entre duas boas equipas e garantiu os encarnados “preparados para o duelo”.

Em conferência de Imprensa no Benfica Campus, o técnico admitiu que a ausência certa de Lucas Veríssimo e a eventual de Vertonghen pode obrigar a desfazer o sistema de 3x4x3; revelou que todo o plantel está convocado, considerou que o melhor momento das águias no fim da Liga NOS não dá vantagem para domingo e apontou à conquista da prova-rainha, não só pela importância do título, mas também para poder partilhá-la com os Benfiquistas…

Espera duas equipas a jogar em 3x4x3, dado que Lucas Veríssimo não vai a jogo e Vertonghen não treinou neste sábado?

Todos esperamos um jogo com qualidade, porque são duas boas equipas, que, quando têm bola, tentam fazer golo. São equipas com muita criatividade técnica e tática, e isso dá-nos indicadores de que pode ser um bom jogo. Pena é não ter público. Nestes últimos cinco dias tivemos dois contratempos que não estávamos à espera: o caso de Lucas Veríssimo e, hoje [sábado], o Vertonghen. É mais um motivo para pensar, até ao jogo, no que vou decidir. Não estava preparado para perder dois jogadores que normalmente jogam, mas o futebol é isto e vou preparar nestas horas, e até ao jogo, o que poderemos fazer.

Jorge Jesus

Carlos Carvalhal afirmou que o SC Braga ia ganhar a Taça. Ficou surpreendido por essa confiança por parte do treinador dos bracarenses? Vai utilizar essas declarações para motivar o seu plantel?

Não ouvi essas declarações, mas, para mim, não é nada de anormal. É normal um treinador dizer que acredita que vai ganhar a final. Isto não é falta de respeito pelo adversário, são convicções, é confiança. Nós também temos essa confiança, pensamos da mesma maneira e estamos preparados para o duelo e para vencer esta final da Taça de Portugal. É o último jogo da época, o único título que o Benfica pode conquistar e, portanto, também é importante, para nós, conquistar esta final da Taça de Portugal. O Benfica ganhou três nos últimos 20 anos, não é fácil e nós também a queremos conquistar.”Estamos preparados para o duelo e para vencer esta final da Taça de Portugal”

Vertonghen está mesmo riscado para o jogo? A melhor fase do Benfica coincide com o 3x4x3 e com a chegada de Lucas Veríssimo. Também já riscou a possibilidade de jogar com três homens atrás na final?

Houve vários factos que fizeram com que o Benfica melhorasse. Não foi só ter mudado o seu sistema em alguns jogos, mas várias situações que permitiram fazer uma segunda volta muito boa. Se me pergunta se o motivo principal é a mudança de sistema? Digo-lhe que não. O motivo principal já falei sobre ele [recuperação após a COVID-19]. Todos estes fatores permitiram que o Benfica melhorasse. Em termos de sistema, a adaptação foi fácil, porque já vínhamos a trabalhar e na segunda volta fizemos com mais tempo. Já não tínhamos muitos centrais. Sem o Lucas [Veríssimo] e se o Jan [Vertonghen] não recuperar, não temos centrais para jogarmos com uma estrutura de três. Vamos jogar com 11 jogadores, isso de certeza. O resto não me preocupa.

André Almeida e Jardel estão em condições de ir a jogo?

Jardel, sim. André Almeida, não. Como sabem, o André Almeida teve uma lesão muito grave [na 4.ª jornada da Liga NOS, com o Rio Ave] e nesta época não pode jogar, e muito menos amanhã [domingo]. Foi uma baixa importante que tivemos nas primeiras jornadas. Está fora de questão. O Jardel está convocado, como estão todos os jogadores do plantel do Benfica, lesionados ou não lesionados. Toda a equipa vai estar junta na final. A equipa esteve sempre unida e vai estar do primeiro até ao último dia.

Jorge Jesus

Como está a confiança de Seferovic após ser batido por Pedro Gonçalves na jornada final na luta pelo melhor marcador da Liga NOS?

As expectativas, dele e de todos nós, era que o Seferovic fosse o melhor marcador. O facto de não ter sido não desvaloriza a época que fez, nem ele fica psicologicamente afetado por não ser o melhor marcador. Tanto ele como o Pedro [Gonçalves] disputaram até ao último jogo esta luta individual, qualquer um podia ser vencedor. Foi o Pedro Gonçalves, ficou feliz e o Seferovic ficou feliz pela época que fez, sendo o melhor marcador do Benfica. Fez uma excelente segunda volta.”Toda a equipa vai estar junta na final. Esteve sempre unida e vai estar do primeiro até ao último dia”

Baseado na experiência que tem em finais, o que pode decidir o jogo de amanhã [domingo]? Que pontos vê no SC Braga que o Benfica terá de superar para vencer o troféu?

Uma final é um jogo com características especiais. Não há uma segunda hipótese. Estes jogos têm que ver com a qualidade de quem está melhor no jogo. Nas finais não interessa tanto quem é, teoricamente, mais forte. A nossa experiência pode, num ou noutro momento antes do jogo e durante o jogo, ter ideias que ajudem caso as coisas não estejam a correr bem. Temos de arriscar tudo numa final para sairmos vencedores.

Jorge Jesus

Tendo em conta a boa época do SC Braga, consegue encontrar uma razão para, nos últimos 12 jogos, só ter vencido três? Acredita que os bracarenses, fruto de terem a classificação definida há muito, podem ter-se preparado melhor para este encontro?

As equipas têm, durante as épocas, momentos melhores e piores. Está-me a dizer que esta parte final do SC Braga não foi tão forte como o início… São situações que os treinadores analisam, mas não posso responder sobre o SC Braga. Agora, não deixo dizer que são uma boa equipa, com bons jogadores. Em relação aos números de que me falou [três vitórias em 12 jogos] não quer dizer que o Benfica parta para a final mais forte por ter feito uma segunda volta melhor. Vamos para a final convencidos da nossa qualidade, como vai a equipa do SC Braga. Eu, como treinador do Benfica, acredito na qualidade da nossa equipa. É uma final, e nas finais acontecem muitas coisas que não estamos à espera, sejam positivas ou negativas. Esperamos que as coisas positivas aconteçam ao Benfica para sairmos vencedores.”Queremos partilhar um título com os nossos adeptos, que bem merecem”

Sem a conquista do Campeonato, torna-se mais importante vencer a Taça? Uma vitória na final dar-lhe-ia menos pressão para iniciar a próxima época no Benfica?

Vencer uma Taça de Portugal, independentemente do que fizemos ao longo da época, é sempre importante. Não vai valorizar o que fizemos no final desta época. O que vai valorizar é: vencendo, conquistamos um título. Ganhando ou não, a pressão, para mim, é exatamente a mesma. É importante vencer e conquistar um título? É, evidentemente! Este é um título importante para qualquer equipa e queremos partilhar um título com os nossos adeptos, que bem merecem.

Jorge Jesus

Um Benfica-SC Braga é um jogo em que o momento das equipas não conta para nada, como se costuma dizer dos dérbis e dos clássicos? Ou o Benfica tem obrigação de capitalizar este melhor momento que atravessa?

Não conta para nada? Conta! Mas o facto de terminar a época melhor não dá vantagem ao Benfica para ganhar esta final. O que vai dar vantagem é ter capacidade para jogar um nível alto, como fez nestas últimas jornadas do Campeonato, melhor do que o SC Braga. Isso é uma certeza que nos dá a possibilidade de ficarmos mais perto da vitória. O SC Braga demonstrou, ao longo do Campeonato, que é uma equipa com muita qualidade, taticamente e em termos individuais. Vai ser um jogo difícil para as duas equipas, mas espero que o Benfica seja melhor e ganhe, porque queremos terminar esta época com um título, que é, depois do Campeonato Nacional, o mais importante da calendarização do futebol nacional.”Todos esperamos um jogo com qualidade, porque são duas boas equipas”

Sentiu-se atingido por Frederico Varandas, presidente do Sporting, por este ter afirmado que houve alguém que viu na COVID-19 uma desculpa para não vencer?

Não tenho a certeza do sentido dessa afirmação que o presidente do Sporting disse. Como sabem, trabalhou comigo alguns anos como médico do Sporting. Respeito-o muito. Acho que o Sporting foi um justo campeão. Nestes momentos, o que interessa é valorizar quem ganha e não falar dos rivais. Se alguém no mundo do futebol, para além do River Plate, teve problemas sérios do que é ter um surto na equipa, foi o Benfica. O Sporting ganhou o Campeonato, justificou que foi melhor e isso [as declarações de Frederico Varandas] acabou por ser uma forma de desvalorizar o título do Sporting.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.