Benfica falha final da Liga Europeia após derrota com leões em final de jogo inclinado

Emocionante dérbi de hóquei em patins, com Benfica e Sporting a rubricarem um excelente espetáculo. No Pavilhão Municipal do Luso, depois dos empates no tempo regulamentar e no prolongamento (5-5), foram os penáltis a decidir a meia-final da Liga Europeia. Os leões foram mais felizes (1-2) e venceram.

Conquistada com todo o mérito e brilhantismo a presença nesta final four europeia, foi um Benfica ambicioso e pleno de garra que entrou em quadra no Pavilhão Municipal do Luso.

Águias dominantes e, aos 2′, Nicolía deu cor e expressão a isso mesmo. O argentino foi chamado à conversão de um livre direto, permitiu a defesa, mas, à segunda, não deu hipóteses ao guardião leonino. Estava feito o 1-0.

Do outro lado, reação, e aos 13′, o empate chegou por intermédio de Matias Platero (1-1). O Benfica mantinha-se firme e mais objetivo no encontro e nova vantagem, desta feita com o 2-1 assinado por Lucas Ordoñez aos 18′. Antes do intervalo, aos 23′, reposta a igualdade no marcador com Ferran Font a rematar para o 2-2.

Reatar e dois golos de rajada… separados por seis segundos! Minuto 26 e, tal como no início, mais forte o Benfica, com Lucas Ordoñez a bisar na recarga a um primeiro tiro de Edu Lamas. Bola ao centro e mais um empate, com Toni Perez a fazer o 3-3.

Desafio intenso, tal como expectável num dérbi, bonito de seguir, com as duas equipas a entregarem-se em quadra.

Os ferros e Ângelo Girão iam negando o golo dos encarnados… Com os guarda-redes em plano de destaque faltavam os golos a uma segunda parte que, face ao produzido, os merecia. Apesar das muitas oportunidades, o marcador não tornou a mexer dentro do tempo regulamentar (3-3), seguindo-se então o prolongamento, duas partes de cinco minutos.

Hóquei em Patins

Aos 52′, Toni Perez assistiu Platero, com o argentino a bisar e a colocar os verdes e brancos pela primeira vez na frente do marcador (3-4). A um minuto do intervalo, o justo 4-4, com Sergi Aragonès, assistido por Nicolía, a não desperdiçar… mas Ferran Font deu nova vantagem aos leões segundos antes do soar da buzina (4-5). Emoções ao rubro no Pavilhão Municipal do Luso… com tudo em aberto!

Segundos cinco minutos e, a abrir (57′), golaço de Nicolía… Disparo fortíssimo e cruzado para o 5-5. Luta até ao final… ritmo de jogo diabólico, impróprio para cardíacos, mas o resultado não se alterou, sendo necessário recorrer à marcação de grandes penalidades para encontrar o segundo finalista da Liga Europeia, uma vez que o FC Porto já tinha passaporte carimbado após triunfo frente à UD Oliveirense (6-4).

Na primeira série de cinco penáltis, Nicolía e Verona foram os únicos a conseguirem desfeitear os guardiões. Empate 1-1 e seguiu-se então a marcação de penálti a penálti… Pedro Henriques disse não a Ferran Font, Diogo Rafael atirou ao ferro, Verona voltou a bater o guarda-redes das águias e, no tudo ou nada, Nicolía perdeu o duelo com Ângelo Girão. Triunfo para o Sporting por 1-2 no desempate.

Benfica Antevisão final four Liga Europeia Hóquei em Patins

DECLARAÇÕES

Alejandro Domínguez (treinador do Benfica): “Parabéns ao Sporting por se ter qualificado para a final da Liga Europeia. Quanto à análise ao jogo, o Benfica cumpriu o plano. Tínhamos um modelo, fomos mais eficientes ofensivamente do que defensivamente, e as poucas falhas que cometemos penalizaram-nos muito porque o Sporting foi altamente eficaz. Fizemos um bom jogo, mas não conseguimos a vitória. A equipa comportou-se de forma sólida e esteve sempre unida e praticamente não houve momentos de anarquia ou descontrolo. Estou contente porque estamos a dar continuidade à construção de uma equipa sólida e capaz de conseguir sucessos; e estou triste porque fomos eliminados e ficámos de fora da luta por um titulo muito importante.”

Benfica-Sporting: 5-5 (1-2 nas gp)

Pavilhão Municipal do Luso

Cinco inicial do Benfica: Pedro Henriques, Valter Neves, Diogo Rafael, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto 

Suplentes: Marco Barros, Nicolía, Edu Lamas, Sergi Aragonès e Danilo Rampulla

Ao intervalo: 2-2

Golos do Benfica: Nicolía (2′ e 57′), Lucas Ordoñez (18′ e 26′) e Sergi Aragonès (54′)

Marcha do marcador: 1-0, 1-1, 2-1, 2-2, 3-2, 3-3; prolongamento: 3-4, 4-4, 4-5, 5-5; desempate por penáltis: 1-0 Nicolía, 1-1, 1-2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.