Vieira sofre contestação às portas do Parlamento

Luís Filipe Vieira , presidente do Benfica, é recebido esta tarde, pelas 15 horas, em audição na Comissão Parlamentar de Inquérito às perdas causadas pelo Novo Banco imputadas ao Fundo de Resolução. Vieira presta declarações enquanto administrador e fundador do grupo de promoção imobiliária Promovalor, que chegou a ter uma dívida superior a €300 milhões perante o banco, dívida acumulada essencialmente no tempo em que a entidade ainda se designava Banco Espírito Santo.

Após um primeiro adiamento devido a uma consulta médica, a audição na Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pelo deputado do PSD Fernando Negrão, foi reagendada para esta tarde. Vieira mostrou-se disponível a dar todas as explicações aos deputados pela forma como foi gerida a dívida da Promovalor. Dívida que atualmente já não está toda neste grupo, uma vez que em 2017 foi reestruturada e transferida para  um fundo imobiliário criado pela C2 Capital Partners (antiga Capital Criativo) que adquiriu parte dos ativos – terrenos em Loures, Alverca, Tavira, em Moçambique e no Brasil – sendo que a família Vieira tem quatro por cento deste fundo e o restante está nas mãos do Novo Banco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.