O Everton Cebolinha que os brasileiros conhecem parece ter chegado

Agora, sim, eis o verdadeiro Everton Cebolinha a emergir na manobra do Benfica. Três golos nas últimas quatro jornadas (antes do clássico de anteontem somara assistência e golo em Tondela e também deixou marca no 5-1 em Portimão como suplente utilizado) atestam o melhor momento de forma do extremo na Luz desde que o Benfica o resgatou no último verão ao Grêmio.

O que marcou ao FC Porto, num lance individual de pura fantasia, demonstrativo da confiança que sente com a bola nos pés, foi talvez o momento mais alto do internacional  brasileiro de 25 anos de águia ao peito. O primeiro de muitos, espera Everton, que após o clássico, e apesar da desilusão por as águias não terem alcançado a vitória, sentiu como um tónico o golo  aos dragões, uma vez que o mesmo o remeteu para o famoso Grenal, o clássico de Porto Alegre entre Grêmio e Internacional que tantas vezes jogou, e no qual também se destacou.

Leave a Reply