Benfica B cede empate no Seixal perante o Sporting da Covilhã

Benfica B recebeu, neste sábado, o Covilhã na 32.ª (e antepenúltima) jornada da II Liga, que terminou com um empate a uma bola.

Com um futebol mais fluido, o Benfica B teve a primeira oportunidade de golo aos 10 minutos de jogo. Morato atirou à baliza de Léo Navacchio, mas o remate sairia por cima. Estava feito o aviso… 

O primeiro golo do encontro acabaria por surgir por consequência de uma mão na bola de Tiago Moreira, aos 22′. O árbitro Bruno Rebocho não teve dúvidas e assinalou grande penalidade. Chamado a converter, Henrique Araújo inaugurava o marcador (1-0), somando o 11.º golo da conta pessoal. 

Do outro lado, a resposta foi pronta e rápida. Após os festejos da equipa encarnada, canto a favor do Sporting da Covilhã, que acabaria por dar o golo do empate, com Jaime Simões a cabecear para o 1-1 (24′).

Mais remates (7 contra 1), mais posse de bola (65%), mais cantosmais iniciativa, no fundo, mais Benfica, nestes primeiros 45 minutos, justificavam outro resultado… No entanto, o Sporting da Covilhã, eficaz na única oportunidade de golo que teve durante o primeiro tempo, ia segurando a igualdade (1-1).

O Sporting da Covilhã cresceu na segunda parte e, mesmo sem ter posse de bola para dominar o encontro, imprimiu mais perigo junto às redes da baliza de Svilar. Aliás, aos 76′, o guarda-redes encarnado foi obrigado a uma sensacional intervenção para negar a vantagem à formação visitante. O duelo entre Wendel e Svilar teria novo episódio aos 87′, com o jovem guardião belga a fazer mais uma grande defesa. Resultado final: 1-1. 

Na próxima jornada (33.ª), o Benfica B – que já tinha garantido a manutenção e que soma agora 41 pontos – visita a Académica de Coimbra, num desafio agendado para as 16h30 de domingo, 16 de maio.

Benfica B-Covilhã

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): “Podemos dividir este jogo em duas partes. Na primeira a nossa equipa teve mais domínio e controlo, mais oportunidades de golo. Houve um momento-chave: chegámos à vantagem e logo a seguir sofremos o golo do empate, não tivemos capacidade de manter essa vantagem. A primeira parte não foi jogada com a intensidade e a velocidade que sabíamos que tínhamos de imprimir na bola para desmontar a estrutura defensiva do Covilhã. Na segunda parte o jogo foi um pouco diferente, com o Covilhã a apresentar um bloco mais baixo e a criar-nos dificuldades para encontrar os espaços e atacar a balizar. Tentámos, com a circulação de bola à esquerda e à direita, criar esses espaços, atacar a profundidade, mas a verdade é que, em termos de ocasiões, fruto também de algumas perdas de bola que tivemos, o Covilhã saiu em transição e criou-nos problemas nesse momento do jogo. A equipa tentou sempre procurar o segundo golo, que nos poderia dar a vitória. Não conseguimos, também devido à estratégia defensiva do Covilhã, que tem todo o mérito no que fez. Nem sempre encontrámos os espaços para atacar a baliza, e na parte final o jogo ficou partido, podia pender para um lado ou para o outro. Como costumo dizer, a justiça do jogo está no resultado. Globalmente, apesar de o resultado não ser o que esperávamos, fizemos um jogo positivo e os nossos jogadores tentaram sempre chegar ao objetivo, que era ganhar. Não conseguimos, agora é olhar para os dois jogos que faltam, com a Académica e depois aqui com o FC Porto B.”

Benfica B- Covilhã

David Tavares (médio do Benfica B): “Fomos superiores na primeira parte, mas depois, no segundo tempo, o jogo não foi tão bem disputado. Acabou por ser um resultado justo, mas saímos frustrados porque queríamos a vitória.”

Benfica-Covilhã
1-1
Benfica Campus (Campo n.º 7)
Onze do Benfica B
Svilar, Fábio Baptista (Filipe Cruz 82′), Tomás Araújo, Morato, Frimpong, Rafael Brito (62′ Diogo Mendes), David Tavares, Umaro Embaló (62′ Kevin Csoboth), Tiago Gouveia (82′ Jair Tavares), Luís Lopes (90’+1′ Martim Neto)e Henrique Araújo
Suplentes
Leo Kokubo, Filipe Cruz (82′), Kalaica, Diogo Mendes (62′), Martim Neto (90’+1′), Cher Ndour, Kevin Csoboth (62′), Jair Tavares (82′) e João Resende
Ao intervalo1-1
Golos do Benfica B
 Henrique Araújo (22′)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.