Basquetebol do Benfica volta a desiludir frente a um acessível Maia Basket

Jogo de basquetebol com vários momentos de elevado nível. Bons lançamentos, jogadas de perícia, mas um resultado que não era o desejado pelo Benfica (95-84) no reduto do Maia Basket, na 26.ª e última jornada da fase regular da Liga Placard. As águias classificaram-se no 4.º lugar e vão defrontar a Oliveirense nos quartos de final do play-off. 

O encontro começou da melhor maneira possível para o Benfica. A equipa encarnada, que neste sábado não pôde contar com Eric Coleman e Betinho Gomes devido a problemas físicos, inaugurou o marcador com um excelente triplo de Fábio Lima. O lançamento exterior do camisola 10 das águias veio selar uma jogada coletiva e de belo efeito.

Os visitados puxaram dos galões, alinharam, de novo, a estratégia para o encontro, lançaram-se e alargaram a vantagem. Lamar Morgan, conhecido pela facilidade em converter lançamentos de três pontos, aproveitava a falta de pressão benfiquista para colocar o Maia Basket a vencer por uma diferença de sete pontos. Bright Mensah também se encontrava em dia sim e os lançamentos livres eram outro dos parâmetros bem aproveitados. No fim do 1.º quarto: 29-17.

A toada mantinha-se. Os jogadores do Maia Basket encontravam-se inspirados, lançavam de vários locais da quadra e acertavam. Lançamentos interiores, exteriores e afundanços. Os comandados de Carlos Lisboa procuravam mudar a tendência, estavam mais agressivos nos movimentos defensivos, mas a mira ainda não estava totalmente calibrada na altura do lançamento. Ao intervalo: 52-39.

Benfica vinha determinado em mudar o rumo dos acontecimentos e começou a aproximar-se no marcador. A intensidade na segunda parte era outra, mas alguns turnovers acabavam por impedir uma recuperação mais sólida. Os lançadores norte-americanos do Maia Basket continuavam de pontaria bem apurada, mas, em resposta, um afundanço de Arnette Hallman, que, após recuperar a bola, colocou as águias a seis pontos de diferença (58-52).

O Glorioso continuava a tentar explorar o jogo exterior e, apesar da percentagem de acerto não ser a habitual, Fábio Lima lutava contra a tendência. Após afundar, o n.º 10 fez o que sabe melhor… um triplo perfeito! No fim do 3.º quarto: 67-65.

4.º quarto prometia bastantes emoções. As águias aproximaram-se, pressionavam os atletas do Maia Basket e Quincy Miller era o jogador em evidência. O n.º 0 estava a fazer um excelente trabalho por baixo da tabela e efetuava vários ressaltos ofensivos (80-76), porém, insuficientes para inverter o rumo da situação. Os visitados voltaram a disparar no marcador e selaram o triunfo com um resultado de 95-84.

Maia Basket-Benfica
95-84
Pavilhão Municipal Nortecoope
Cinco inicial do Benfica
Nic Moore, Bryce Alford, Fábio Lima, Jaylen Key e Cameron Jackson
Suplentes
 Quincy Miller, Guilherme Saiote, Hugo Silva, Tomás Barroso, Rafael Lisboa e Arnette Hallman
1.º quarto2.º quarto3.º quarto4.º quarto
29-1752-3967-6595-84
Pontuadores do Benfica
Fábio Lima (19), Quincy Miller (19), Nic Moore (13), Arnette Hallman (11), Tomás Barroso (6), Bryce Alford (5), Rafael Lisboa (5), Jaylen Key (4) e Cameron Jackson (2)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.