Jorge Jesus averso ao mercado interno

Não é usual o Benfica contratar muitos jogadores no mercado nacional. Nas últimas cinco épocas, por exemplo, quando Jorge Jesus não vestia de vermelho, foram 17 as aquisições. E só duas com êxito total: Ederson e Rafa. Com o regresso de JJ à Luz, apenas a de Helton Leite – e que já tinha sido garantido antes da contratação do técnico.

Das 72 contratações com Jesus a treinador, 60 foram executadas fora de Portugal: 83 por cento. Muitas com êxito total (Fejsa, Markovic, Siqueira, Gaitán, Salvio, Júlio César, Eliseu, Jonas, Samaris, Talisca, Garay, Matic, Witsel, Bruno César, Nolito, Rodrigo, Javi Garcia, Ramires ou Saviola), outras que foram autênticos flops (Funes Mori, Mitrovic, Carole, José Luis Fernández, Jonathan Rodriguez, Benito, César, Keirrison ou Shaffer, por exemplo). É a vida de um treinador. Acerta e falha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.