Futsal das águias garante em Sines meias-finais da Taça da Liga

Sl BENFICA Leões de Porto Salvo Taça Liga Futsal Placard Pavilhão Multiusos Sines Epoca 20/21 Final 8 1/4 Final

O futsal do Sport Lisboa e Benfica está nas meias-finais da Taça da Liga. Na noite desta sexta-feira, no Pavilhão Multiusos de Sines, triunfo diante do Leões de Porto Salvo, por 1-4.

O jogo começou vivo e o Benfica… praticamente entrou a ganhar. Aos 2′, Bebé tentou sair a jogar, fez um mau passe e Robinho, de primeira, perto da linha divisória, atirou para a baliza deserta. 0-1 em Sines. Logo após o golo, Joel Rocha tentou surpreender com 5×4, com Rafael Henmi, de regresso após lesão, a fazer de guarda-redes avançado. 

O Leões de Porto Salvo, que entrou algo nervoso na partida, tentou responder, aos 4′, através de um livre direto à entrada da área, mas o remate de Pedro Cary não ultrapassou o muro encarnado. Destaque, ainda, para os quatro cartões amarelos mostrados nos cinco minutos iniciais do jogo, dois para cada lado. Aos 6′, o empate! André Galvão trabalhou bem no corredor central, deixou para Bruno Pinto na direita e este rematou de pronto para o 1-1

Benfica reagiu bem ao tento sofrido e, aos 10′, Chishkala, com uma derivação da esquerda para dentro, obrigou Bebé a aplicar-se. Volvidos quatro minutos, aos 14′, foi Fábio Cecílio a testar o forte pontapé, mas o guarda-redes do Leões de Porto Salvo travou o esférico. A turma da linha, aos 15′, por Pedro Cary, quase surpreendeu André Correia, através de um remate de baliza a baliza. Aos 18′, já na área, foi Robinho a disparar para defesa de Bebé. Apesar do forcing final das águias, o intervalo chegou com 1-1 no marcador.

Robinho

No reatamento, o Benfica arrancou em 5×4, desta feita com Tiago Brito a fazer de guarda-redes avançado. As águias conseguiram o 1-2, aos 22′. Lance de insistência, a bola chegou a Fits, que trabalhou sobre Wesley e bateu Bebé com um tiro de pé direito. Aos 25′, o 1-3 ficou a centímetros. Remate de Silvestre Ferreira foi ao poste da baliza do Leões de Porto Salvo quando Bebé estava batido. Aos 28′, o jogo esteve interrompido para se prestar assistência a Rui Ventura, membro da equipa de arbitragem que se lesionou sozinho (entorse no tornozelo direito).

O jogo estava aberto, com as duas equipas menos encaixadas taticamente uma na outra e a arriscarem mais. Aos 30′, o Leões de Porto Salvo recuperou a bola ainda no meio-campo do Benfica, lance de 3×1 para os da linha que, ainda assim, não conseguiram superar a intervenção de André Correia. Na resposta, golo do BenficaJogada individual de Arthur pela direita, tentativa de cruzamento-remate, atrapalhação entre André Galvão e Bebé e 1-3 em Sines (32′). Bola cá, bola lá, e, aos 34′Ré viu o seu remate esbarrar no poste da baliza encarnada.

Para os derradeiros cinco minutos do desafio, o treinador Ricardo Lobão colocou a equipa a jogar em 5×4 para tentar relançar o resultado. Aproveitou o Benfica o desequilíbrio do adversário para fazer o 1-4, aos 38′. Saída rápida para o ataque com Chishkala, simulação de Afonso Jesus e a bola chegou a Fábio Cecílio, que atirou com classe para o fundo das redes. Resultado final: 1-4!

O Benfica vai encontrar o Modicus na meia-final, neste sábado, às 18h30, no Pavilhão Multiusos de Sines. 

Joel Rocha

DECLARAÇÕES

Joel Rocha (treinador do Benfica): “Foi um jogo, tal como previsto, equilibrado e competitivo. Quando toca a ganhar e a perder, a superação, por vezes, ultrapassa os níveis de razão. Houve momentos assim, de um lado e do outro. É o que traz o sal e a pimenta ao jogo, que teve todos os ingredientes. O Benfica justificou claramente a vitória, fez quatro golos e teve várias oportunidades de finalização. Pelo empenho, pela qualidade e organização do Porto Salvo, fomos obrigados a colocar em campo o máximo das nossas capacidades técnicas e de superação. Os meus jogadores estão de parabéns porque foram sempre extremamente solidários, muito ambiciosos e constantemente conscientes do que estávamos a jogar e a competir. Ganhámos a final de hoje [sexta-feira], que era o nosso objetivo. Segue-se uma fase de recuperação e preparação, e amanhã [sábado] aqui estaremos prontos para competir pelo acesso à final.”

Rafael Henmi (ala do Benfica): “Estar de volta [após lesão], competir com esta camisola, estar ao lado dos meus companheiros e vencer neste primeiro jogo da Taça da Liga é muito importante. Sabíamos da qualidade do nosso adversário, que sempre nos causa muitas dificuldades, mas o importante é que conseguimos fazer uma boa partida e sair com a vitória. [Jogo frente ao Modicus nas meias-finais] É outro adversário muito difícil, sabemos que cada jogo é uma final para nós, é assim que estamos a encarar.”

Leões de Porto Salvo-Benfica
1-4
Pavilhão Multiusos de Sines
Cinco inicial do Benfica
André Correia, Robinho, Afonso Jesus, Chishkala e Fits
Suplentes
Martim Figueira, Silvestre Ferreira, Nilson, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Arthur e Rafael Henmi
Ao intervalo1-1
Marcadores do Benfica
 Robinho (2′), Fits (22′), Arthur (32′) e Fábio Cecílio (38′)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.