Bês de Benfica vencem Arouca com classe e personalidade

Uma exibição segura, mostrando um coletivo competitivo e muito capaz técnica e taticamente, conduziu o Benfica B ao triunfo por 3-1 sobre o Arouca na 23.ª jornada da II Liga. Foi a terceira vitória seguida das águias no Benfica Campus. 

A enérgica entrada do Benfica B na partida foi espelhada por jogadas bonitas e dois golos. Ao minuto 2João Ferreira entendeu-se com Embaló no corredor direito, cruzando depois para o centro da área. Henrique Araújo desviou ligeiramente o esférico para a esquerda e Tiago Araújo rematou de primeira, cruzado e colocado, inaugurando o marcador (1-0).

Novo lance de envolvimento do ataque das águias aos 14′ terminou com a bola no interior da baliza do Arouca. Sandro Cruz, de pé direito, desmarcou Henrique Araújo, que, na área, perante a saída do guarda-redes, revelou visão de jogo e fez um passe precioso para Vukotic. Este, de frente para a baliza, chutou de pé esquerdo para o 2-0

Benfica B

Com o correr dos minutos, o Arouca reagiu, procurou voltar à discussão do resultado e encurtou mesmo a diferença ao minuto 41. Adílio, na área, numa finalização em esforço, apontou o golo dos visitantes (2-1). Antes do intervalo o Benfica B poderia ter reposto a margem de avanço, mas o remate de Tomás Araújo, no seguimento de um livre cobrado na esquerda, encontrou a barra no caminho (45’+1′).

Na segunda parte vimos duas equipas sempre ligadas, competitivas, a disputar o jogo lance a lance e com várias aproximações às balizas, criando oportunidades de golo. O Arouca ficaria reduzido a dez elementos por expulsão de Brunão aos 76′, justamente castigado com cartão vermelho direto por uma entrada feia sobre Diogo Mendes, que teria mesmo de ser substituído (entrou Rafael Brito aos 79′).

Ao cair do pano, o terceiro golo do Benfica BTiago Gouveia, com uma excelente execução, esteve quase a marcar num canto direto. Em cima da linha de baliza, o guarda-redes arouquense espalmou a bola, mas esta ficou à mercê de Luís Lopes, que encostou para o 3-1 aos 90’+4′. Resultado feito, jogo terminado logo a seguir.

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): “Merecemos a vitória. Fizemos uma grande primeira parte, com domínio sobre o Arouca, uma boa equipa. Chegámos a uma vantagem de dois golos, com ocasiões para fazer o terceiro golo. Acabámos por sofrer um golo ainda na primeira parte, que de certa forma nos condicionou. A segunda parte caracterizou-se por maior equilíbrio entre as equipas e chegámos ao golo já na parte final. Os nossos jogadores estão de parabéns pela vitória, pela entrega e pela qualidade que demonstraram dentro de campo.”

Diogo Mendes (médio do Benfica B, “Homem do Jogo”): “O prémio é da equipa, porque isto foi um trabalho de equipa. Fizemos um grande jogo, uma grande primeira parte, com muito tempo de posse de bola e mais oportunidades. A segunda parte foi mais equilibrada, mas fizemos um grande jogo.”

João Ferreira (defesa do Benfica B): “Entrámos muito bem na primeira parte e conseguimos fazer dois golos. Foi pena termos sofrido aquele golo. Na segunda parte eles tentaram vir para cima de nós, mas no fim conseguimos fechar o resultado. A equipa tem vindo a ganhar confiança, temos feito bons jogos. É notória a confiança de todos dentro de campo. Soubemos ter bola, ter ataque posicional e também conseguimos defender muito bem quando fomos obrigados a isso.”

Benfica B – Arouca
3-1
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica B
Svilar, João Ferreira, Tomás Araújo, Morato, Sandro Cruz, Diogo Mendes (Rafael Brito, 79′), Vukotic, David Tavares, Umaro Embaló (Jair Tavares, 89′), Tiago Araújo (Tiago Gouveia, 75′) e Henrique Araújo (Luís Lopes, 89′)
Suplentes
Carlos Santos, Filipe Cruz, Kalaica, Rafael Brito (79′), Martim Neto, Jair Tavares (89′), Tiago Gouveia (76′), Samuel Pedro e Luís Lopes (89′)
Ao intervalo2-1
Golos do Benfica B
Tiago Araújo (2′), Vukotic (14′), Luís Lopes (90’+4′)
Boletim clínico
Diogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior do joelho esquerdo); Pedro Álvaro (lesão muscular na coxa direita); Daniel dos Anjos (miocardite aguda pós-infeção por COVID-19); Paulo Bernardo (contusão do tornozelo direito); Pedro Ganchas (lesão do complexo articular do ombro esquerdo); Godfried Frimpong (entorse no joelho direito)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.