Movimento Servir o Benfica insurge-se contra declarações de comentador BTV

O Movimento Servir o Benfica expressou «profunda revolta» pelas declarações «graves e irresponsáveis» de um comentador da BTV contra o movimento e o projeto Benfica Independente.

Em comunicado no Facebook, defendeu que a BTV deixou «há algum tempo de ser o canal de um clube plural e democrático para se prestar a um papel de canal de um qualquer regime totalitário» e pede para ter «voz» na BTV e, assim, «explicar as iniciativas em curso» e assumir a linha editorial que pretende seguir.

Eis o comunicado na íntegra:

«Na sequência da emissão do programa “105×68” no canal “BTV” durante a noite de ontem, vem o Movimento Servir o Benfica esclarecer o seguinte:

1 – O Movimento Servir o Benfica é constituído por sócios do Sport Lisboa e Benfica, na sua maioria com largos anos de filiação e incontáveis quilómetros percorridos no apoio às diversas equipas do Clube, bem como participação assídua e interventiva nas reuniões de Assembleia Geral, cuja preocupação com o rumo do Clube e a preservação dos Valores da Fundação levou à apresentação de uma candidatura aos Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica em Outubro de 2020.

2 – Foi com profunda revolta, mas infelizmente sem surpresa, que o Movimento assistiu às declarações graves, irresponsáveis e desrespeitosas emitidas por um funcionário da BTV no referido programa.

3 – Lamentamos que um dos principais órgãos de comunicação do Clube, que se absteve de fazer a devida cobertura do processo eleitoral, ignorando os sócios, se dirija a eles apenas em Março de 2021 e nos termos em que o fez.

4 – Entendemos que a BTV há algum tempo que deixou de ser o canal de um clube plural e democrático – como sempre foi o Sport Lisboa e Benfica – para se prestar antes a um papel de canal de um qualquer regime totalitário, sem direito a contraditório, obliterando por completo a ideia de que é o canal de comunicação de e para todos os Benfiquistas.

5 – A preocupação com os conteúdos emitidos pela BTV esteve na génese da redacção da proposta E6 do nosso Programa Eleitoral, que pode ser consultado na secção de Documentos do nosso website. Reafirmamos, a propósito deste triste e lamentável episódio, a necessidade de alteração dos critérios editoriais do canal, exortando Pedro Pinto a assumir publicamente qual o caminho que deseja seguir.

6 – Assumindo que prevalecerá o respeito pela histórica Tradição Democrática do nosso Clube, desafiamos Pedro Pinto a que nos seja dada voz na BTV, para que possamos explicar directamente aos sócios do Sport Lisboa e Benfica as iniciativas que temos em curso, nomeadamente o projecto de Revisão Estatutária e a necessidade de criar um Regulamento Eleitoral, cuja subscrição do requerimento de reunião de AG extraordinária está em curso.

7 – Por fim, não podemos deixar de exigir um pedido de desculpas público do funcionário em causa, quer ao Movimento Servir o Benfica, quer ao projecto Benfica Independente, a quem manifestamos a nossa solidariedade e congratulamos pelo conjunto de conteúdos que tem apresentado, gratuitamente, aos Benfiquistas.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.