Voleibol vence sem espinhas o Castêlo da Maia na Luz

Benfica fechou a 2.ª fase do Campeonato Nacional de voleibol com um triunfo célere e de qualidade. Serviços fortes e um bloco bastante eficaz. Estes foram os ingredientes principais de um triunfo por 3-0 diante do Castêlo da Maia.

O primeiro set do encontro foi de afirmação de uma superioridade que já era esperada. O Benfica, campeão em título, utilizava todas as suas armas para terminar o 1.º set com uma diferença de 11 pontos. O bloco encarnado dava cartas, mas não eram umas cartas quaisquer, eram as de maior valor, aquelas que dão pontos e consequentes triunfos. No final do 1.º set: 25-14.

Benfica-Castêlo da Maia Modalidades Voleibol

A toada mantinha-se… serviços fortes, tensos e de alta velocidade por parte dos intervenientes encarnados que acabavam por atrapalhar a movimentação atacante do adversário. O Clube da Luz queria fechar o encontro com celeridade, não abdicando de colocar toda a sua qualidade no interior da quadra. Marcel Matz começou a sentir que o triunfo, neste parcial, já não escapava e começou a efetuar uma rotatividade nos intervenientes. No final do 2.º set: 25-13.

Depressa e bem, só o Benfica! A vitória estava à vista e não ia escapar aos jogadores encarnados. O Castêlo da Maia tentava colocar a sua filosofia de jogo em quadra, mas era praticamente impossível. No final do 3.º set: 25-16.

As águias terminam assim a 2.ª fase do Campeonato Nacional com 12 vitórias e duas derrotas. Seguem-se as meias-finais do play off.

Benfica-Castêlo da Maia Modalidades Voleibol

DECLARAÇÕES

Marcel Matz (treinador do Benfica): “Tivemos um nível de concentração elevado hoje, gostei de várias coisas, sobretudo do serviço. O serviço é um dos fundamentos que pode fazer a diferença. O Benfica também esteve muito bem na transição e nos bloqueios. Foi uma semana complicada para os atletas devido à morte do guarda-redes de andebol, Alfredo Quintana. Deixo uma mensagem de força para a família e para todos!”

Benfica-Castêlo da Maia, 3-0

FICHA 
LocalPavilhão n.º 2 da Luz
Formação inicial do BenficaAndré Lopes, Peter Wohlfi, Marc Honoré, Theo Lopes, Japa, Nuno Pinheiro e Ivo Casas (L)
SuplentesHugo Gaspar, Zelão, Rapha, Bernardo Silva (L), Afonso Guerreiro, Miguel Sinfrónio e Tiago Violas
1.º set25-14
2.º set25-13
3.º set25-16

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.