João Cancelo entrou, fez assistência e ajuda Citizens a evitar um escândalo

O Manchester City sofreu este sábado para eliminar o Cheltenham, da League Two, o equivalente ao terceiro escalão, da Taça de Inglaterra. Os golos que valeram o triunfo só surgiram nos últimos dez minutos (1-3).

Com Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva no banco – e com um «onze» muito diferente do habitual, em que se destacam as presenças do guarda-redes norte-americano Zach Steffen e dos jovens Harwood-Bellis e Thomas Doyle, respetivamente lateral-direito e médio-centro –, os Cityzens estiveram a perder até aos 81 minutos, altura em que o recém-entrado Cancelo cruzou para uma finalização simples de Phil Foden ao segundo poste. Até aí, vigorava o golo de Andrew Williams, aos 59 minutos.

A reviravolta ficou confirmada três minutos depois do empate, quando um passe fantástico de Fernandinho apanhou a linha defensiva do conjunto da casa completamente desequilibrada e isolou Gabriel Jesus, que não desperdiçou a oportunidade.

Gundogan ofereceu a Ferrán Torres o terceiro golos, já nos descontos.

Rúben Dias tinha entrado em campo aos 68 minutos para o lugar de Harwood-Bellis. Bernardo Silva ainda aqueceu, mas não chegou a ser necessária a sua entrada em campo.

O Manchester City segue para os oitavos de final e terá agora pela frente o Swansea.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.