Benfica B deixa fugir triunfo na Covilhã ao cair do pano

Apesar das condições climatéricas, houve vários ingredientes dignos de uma boa partida de futebol. Entrega, compromisso, intensidade e um resultado imerecido para o Benfica B. As águias sofreram o golo do empate (1-1) aos 90’+5′, diante do SC Covilhã na 15.ª jornada da II Liga.

frio, característico da zona, e o vento forte que soprava à flor do relvado corroboravam o início de jogo das duas equipas. Momentos iniciais de tranquilidade e encaixe de esquemas táticos. A primeira ocasião de golo, que surgiu aos 7′, pertenceu ao conjunto da casa. O cruzamento largo, aparentemente inofensivo, de Jean Filipe mudou a trajetória e enganou Svilar. O guardião encarnado viu o esférico a bater na barra da baliza e a sair para fora das quatro linhas. 

Benfica B, que jogava a favor do vento nesta primeira parte, assumiu as rédeas da partida e aos 17′ podia mesmo ter inaugurado o marcador. Diogo Mendes combinou com Tiago Araújo em zona adiantada do terreno, a bola sobrou para Henrique Araújo e o madeirense, após tirar dois adversários do caminho com um bom jogo de pés, rematou em arco. O esférico passou perto do poste esquerdo, mas acabou por sair pela linha final. 

Aos 29′, Joel Vital impediu a progressão de Henrique Araújo à entrada da área. O central do SC Covilhã foi admoestado com o cartão amarelo e o árbitro assinalou livre direto. Ronaldo Camará encarregou-se de bater o livre, disparou com firmeza, porém, a bola bateu na barreira e o perigo esfumou-se. Quatro minutos depois (33′) houve dois cortes fulcrais que impediram o golo benfiquista… Depois de um livre batido por Paulo BernardoMorato ganhou nas alturas, colocou no segundo poste, mas Filipe afastou. Na sequência o esférico sobrou para Tiago Gouveia, o avançado foi até à linha de fundo, centrou, Henrique Araújo cabeceou, mas Filipe, no momento certo, estando posicionado alguns centímetros depois da linha de golo, voltou a cortar e acabou com o lance.

Em cima do apito do árbitro, o ponta de lança encarnado voltou a dispor de uma boa ocasião. Paulo Bernardo bateu o canto, do lado esquerdo, para a zona do primeiro poste e o avançado das águias apareceu na zona certa para cabecear, contudo, o esférico passou uns palmos acima do travessão. Ao intervalo: 0-0.

SC Covilhã-Benfica B II Liga

Três minutos decorridos da segunda parte, duas oportunidades de golo para o Benfica B. Os comandados de Nélson Veríssimo entraram com bastante vontade e por duas vezes que tentaram visar a baliza contrária. O primeiro foi Henrique Araújo, mas o seu cabeceamento, após cruzamento de Paulo Bernardo, saiu ao lado do poste esquerdo. Na jogada seguinte e após um excelente entrosamento entre os elementos mais avançados das águias, Tiago Araújo rececionou e, sem deixar a bola tocar no solo, disparou de pé esquerdo para fora. Aos 56′bom movimento ofensivo dos encarnadosHenrique Araújo assistiu Ronaldo Camará e o médio benfiquista, após retirar Jean Filipe da jogada, rematou forte para a intervenção de Léo Navacchio.

Aos 65′, o Benfica B chegou ao tão merecido golo! Tiago Araújo avançou pelo flanco esquerdo, cruzou para o interior da área, Henrique Araújo ajeitou o esférico para Paulo Bernardo e depois… magia no Estádio Municipal José Santos Pinto. O médio encarnado, com uma grande finta, retirou o defesa contrário da frente, puxou a bola para o lado esquerdo e rematou para o lado contrário do movimento do guardião do SC Covilhã (0-1).

O rolo compressor das águias permanecia apesar do frio que se fazia sentir. Ronaldo Camará, aos 72′, partiu para o lance individual, chegou à zona de tiro, puxou para o pé esquerdo e rematou ao poste esquerdo da baliza. Nélson Veríssimo optou por fazer a primeira substituição ao minuto 80Rafael Brito entrou para o lugar de Ronaldo Camará. Aos 84′Pedro Ganchas teve de sair por lesão. Tiago Araújo passou para lateral-esquerdo, posição que conhece bem e o treinador benfiquista ainda colocou Gerson Sousa dentro das quatro linhas. 

Aos 90′Luís Lopes e Fábio Baptista entraram para os lugares de Henrique Araújo e Tiago Gouveia. Era o tudo por tudo do SC Covilhã para chegar ao empate, contudo, o Benfica B, sólido na linha defensiva, ia afastando o perigo. Nota para dois cortes de Svilar e Morato, respetivamente. Aos 90’+5′, os visitados chegaram ao tento. Cruzamento largo de Léo Cá e Areias, depois de se antecipar a João Ferreira, cabeceou para o fundo das redes adversárias. Resultado final: 1-1. Na próxima jornada (16.ª), o Benfica B recebe a Académica no Campo n.º 1 do Benfica Campus.

Benfica B Oliveirense 14.ª jornada II Liga

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): “Estamos tristes com o resultado, mas contentes com aquilo que foi a entrega, o compromisso e a intensidade que os nossos jogadores colocaram em campo. Chegámos à vantagem, tivemos situações em que podíamos ter dilatado o resultado. Na parte final já estávamos à espera que situações de bola no corredor lateral e respetivo cruzamento pudessem acontecer. Na maior parte dos momentos conseguimos contrariar esses lances. Faltou-nos, nessa altura, uma maior capacidade para reter a bola. A equipa esteve bem dentro daquilo que eram as condições do campo, do vento e também do grau de dificuldade que o SC Covilhã apresentou.”

Paulo Bernardo (médio do Benfica B e homem do jogo): “Queríamos sair daqui com os três pontos. Começámos melhor o jogo, tivemos mais oportunidades na primeira parte, mas não conseguimos concretizar. Na segunda parte marcámos o golo e depois, na parte final, o pressing do SC Covilhã é normal. Tentámos manter o resultado, podíamos ter ampliado a vantagem, não o fizemos e na última oportunidade do jogo eles conseguiram empatar.”

SC Covilhã-Benfica B, 1-1

FICHA 
LocalEstádio Municipal José Santos Pinto
Onze do Benfica BSvilar, João Ferreira, Tomás Araújo, Morato, Pedro Ganchas (Gerson Sousa, 84′), Diogo Mendes, Ronaldo Camará (Rafael Brito, 80′), Paulo Bernardo, Tiago Gouveia (Fábio Baptista, 90′), Tiago Araújo e Henrique Araújo (Luís Lopes, 90′)
SuplentesLeo Kokubo, Gonçalo Loureiro, Fábio Baptista (90′), Tomás Azevedo, Rafael Brito (80′), Gerson Sousa (84′), Zé Gomes e Luís Lopes (90′)
Ao intervalo0-0
Marcadores do BenficaPaulo Bernardo (65′)
Boletim clínicoDiogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior no joelho esquerdo); Jair Tavares (lesão muscular na coxa direita), Godfried Frimpong (lesão muscular na coxa esquerda); Branimir Kalaica (lesão muscular na coxa esquerda); Pedro Álvaro (lesão muscular na coxa direita); Daniel dos Anjos (miocardite aguda pós-infeção por COVID-19); Samuel Pedro (infetado com COVID-19) e Vukotic (em isolamento profilático)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.