Sub-23 cedem empate no Seixal frente à Académica de Coimbra

SL Benfica e Académica disputaram, nesta manhã de sábado, o desafio da 2.ª jornada da fase de apuramento da Taça Revelação. No Benfica Campus, 0-0, as águias foram superiores, mas faltou eficácia. 

Frente a frente Benfica e Académica, duas equipas que iniciaram esta fase da prova ambas com um empate a duas bolas na ronda inaugural. As águias frente ao Vitória de Guimarães, na Cidade-Berço; a formação da Briosa perante o Boavista, em Coimbra. 

Na antevisão, o mote foi claro: vencer e continuar a formar atletas, em mais uma oportunidade de excelência. O Benfica arrancou para esta partida como líder da classificação, frente ao 4.º da geral, a querer manter a posição.

Minutos iniciais mornos no Seixal, com o primeiro remate do jogo a surgir por intermédio de Filipe Cruz, mas sem consequências de maior. Aos 9′Martim Neto tentou a sorte de meia-distância, mas o esférico saiu por cima. Aos 15′, mais um remate dos encarnados, Luís Semedo disparou forte, contudo, a bola acabou bloqueada pela defensiva da Briosa. O Benfica pressionava alto e ia tomando conta das operações, com os olhos postos na baliza à guarda de Alexandre Galvanito. Sinal mais claro das águias!

Aos 23′, troca de laterais, com Rafael Rodrigues a entrar para o lugar de Sandro Cruz; antes, aos 21′, destaque para mais um bom remate, desta feita pelo pé direito de Diogo Nascimento. Falhou o alvo, mas foi sintomático dos intentos dos anfitriões.

Em cima dos 30 minutos, momento espetacular! Lance de entrosamento coletivoremate poderoso de Diogo Nascimento e enorme defesa de Galvanito. Na resposta, primeira defesa de destaque para Samuel Soares, num dos raros momentos em que a Académica se conseguiu acercar da área encarnada. Tudo resolvido com segurança!

Só dava Benfica e, aos 36′, mais uma boa oportunidade. Canto batido, com conta, peso e medida, António Silva subiu ao 1.º andar, cabeceou com intenção, mas o esférico foi desviado na Hora H. Em cima do intervalo, livre para a Briosa, descaído para a direita, mas Samuel Soares encaixou e disse ‘presente’.

Primeira metade dominada pelo Benfica, oportunidades, mas o esférico teimou em não em entrar. Ao intervalo, nulo no Seixal, resultado lisonjeador (e muito!) para os visitantes.

Sub-23

Recomeço muito interessante no Benfica Campus, com a Académica a querer mostrar mais do que na primeira parte, mas com o Benfica a manter a pressão. Aos 54′, oportunidade de golo para as águias, com Luís Semedo a rematar com tudo, mas mais uma vez Galvanito a dizer ‘não’! Antes, nota para o primeiro remate enquadrado da Briosa à baliza dos da casa… resolvido! Permanecia o nulo, mas cheirava a golo!

Aos 62′, duas mexidas no onze das águias, com Luís Castro a chamar David Barrero e Henrique Pereira para os lugares de Pedro Santos e Gerson Sousa. Mais poder de fogo… 

O Benfica continuava a carregar e, aos 70′, mais uma oportunidade de excelência. Livre direto, à medida de Filipe Cruz, mas o guardião adversário voou para mais uma grande defesa. Na resposta, Miguel Ventura proporciona a Samuel Soares uma boa defesa. Na sequência, canto, e Manga, em posição privilegiada, remata por cima.

Estava animado o jogo no Seixal, intenso, com oportunidades, mas os golos tardavam em surgir!

Aos 78′, Luís Castro fez as últimas alterações no xadrez da equipa, com João Tomé e Cher Ndour a entrarem para os lugares de Luís Semedo e Henrique Jocu.

O Benfica cresceu mais uma vez no jogo e este muito perto…

Minuto 83 e momento de grande espetacularidade, com Cher Ndour a rematar com tudo, mas Galvanito a ceder canto. Na sequência, foi Barrero a disparar cruzado, mas a bola saiu ao lado.

Minutos finais intensos, com o Benfica a carregar (grande remate de Barrero aos 89′), mas faltou eficácia e algum discernimento na hora de matar o lance. As águias dominaram, foram superiores em todos os aspetos do desafio, mas faltou o golo. Empate no Benfica Campus a penalizar claramente a melhor equipa em campo, o Benfica.

Na próxima jornada, a 3.ª desta fase, o Benfica, agora com 13 pontos na geral, desloca-se ao terreno do Boavista.

Sub-23

Benfica-Académica, 0-0

FICHA 
LocalBenfica Campus
Onze do BenficaSamuel Soares, Filipe Cruz, António Silva, Adrian Bajrami, Sandro Cruz (Rafael Rodrigues, 23′), Henrique Jocu (Cher Ndour, 78′), Gerson Sousa (Henrique Pereira, 62′), Martim Neto, Luís Semedo (João Tomé, 78′), Pedro Santos (David Barrero, 62′) e Diogo Nascimento
SuplentesPedro Souza, Guilherme Montoia, Rafael Rodrigues, António Ribeiro, Vilius Armalas, Cher Ndour, João Tomé, Henrique Pereira, David Barrero e Vasco Paciência
Resultado ao intervalo0-0
ÁrbitroLuís Filipe 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.