Braçadeira de capitão em Ferro faz repensar hipótese Valência

A braçadeira de capitão combinou na perfeição com a exibição de Ferro, mas falhou o resultado, pois a estreia a titular no campeonato na presente temporada não fica marcada por um triunfo, mas por comprometedor empate (1-1) nos Açores, com o Santa Clara, que acentua um pouco mais a crise dos encarnados.

Não obstante, um dos menos utilizados por Jorge Jesus, treinador dos encarnados, ao longo da época acabou por sobressair na partida, formando dupla eficaz com Vertonghen, mais a mais jogando fora da posição que melhor conhece, dado que com Rúben Dias era sempre o central da esquerda. Com o belga nesse lado, Ferro ficou com o lugar normalmente ocupado por Otamendi, que se encontrava castigado.

Posto esta oportunidade que bem aproveitou o jovem central, e logo com direito a ostentar a braçadeira de capitão, essa hipótese de rumar a Valência pode até esfumar-se ou ser adiada. Foi interpretado por um voto de confiança e ficar no clube do coração é sempre a hipótese mais apetecível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.