Benfica B interrompe ciclo de duas vitórias com o Feirense

Feirense-Benfica B

De visita ao Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira, para enfrentar o Feirense na 11.ª jornada da II Liga, o Benfica B entrou forte diante de um candidato à subida, mas acabou por perder por 2-0.

Com Svilar na baliza e Filipe Cruz no lado direito da linha defensiva, este em estreia absoluta na II Liga aos 18 anos, o Benfica B foi fiel ao seu modelo de jogo e chamou para si a iniciativa e o comando dos acontecimentos no arranque da partida. Elaborando durante mais tempo em zonas ofensivas, a equipa encarnada fez diversas abordagens à baliza dos fogaceiros – Csoboth, aos 7′, pareceu ter sido alvo de uma carga ilegal na grande área – e esteve muito perto de marcar aos 14′: Tiago Araújo escapou pela esquerda e disparou com o seu melhor pé, fazendo a bola embater no poste mais próximo.

Não há outra forma de o descrever: o Benfica B jogou (e quis jogar) para a frente, o Feirense apostou todas as fichas no erro adversário e… marcou ao minuto 23. João Vítor pressionou Diogo Mendes na saída de bola, ficou na posse do esférico e iniciou o contragolpe, com a defensiva encarnada exposta; Feliz recebeu na esquerda, avançou e cruzou para Marcus encostar ao segundo poste (1-0).

Com um estilo de jogo mais físico e servido por jogadores com muita experiência, o Feirense usou os seus argumentos para capitalizar o conforto gerado pela desvantagem alcançada em “contramão”, alterando aí o cariz da partida. O 2-0 para a equipa da casa seria obtido aos 36′, por intermédio de Mica, que desviou a bola para as redes praticamente em cima da linha de baliza. E foi com este resultado que terminou a primeira parte.

No primeiro quarto de hora da etapa complementar do desafio viu-se um Benfica B com mais bola. Havia uma desvantagem para tentar corrigir ou reverter, mas também era notória a dificuldade de perfuração nos últimos metros. Com 60 minutos jogados, o treinador Renato Paiva fez uma dupla alteração na equipa: saíram Vukotic e Csoboth, entraram Chrien e Samuel Pedro.

Henrique Araújo (65′), num cabeceamento à figura do guarda-redes, e Tiago Araújo (66′), por meio de um remate perigoso à entrada da área, deram alguma expressão ao esforço das águias para alterar o resultado e reentrar na discussão dos pontos.

Renato Paiva fez mais duas trocas na equipa B (Henrique Araújo cedeu o lugar a Zé Gomes aos 78′, Pedro Ganchas foi rendido por Ronaldo Camará aos 83′), mas o golo tardou e não aconteceu. Já nos descontos (90’+2′), Filipe Cruz por pouco não atirou a contar na cobrança de um livre direto (a bola passou ao lado do poste esquerdo).

Na 12.ª jornada da II Liga o Benfica B vai atuar em casa, recebendo o Vizela às 15h00 do dia 20 de dezembro.

DECLARAÇÕES

Renato Paiva

Renato Paiva (treinador do Benfica B): “Diogo Mendes foi o melhor jogador em campo, de longe, nos últimos dois jogos da nossa equipa. Se os consagrados e os experientes cometem erros deste género, não vão estes miúdos cometer, estando eles a começar? Obviamente que sim! Faço esta observação porque temos logo a tendência para crucificar este tipo de situações. Estes erros [lance do 1-0] têm a ver com a nossa forma de jogar, de ter bola. O que me fica são os primeiros 15/20 minutos, em que entrámos muito fortes no campo de um candidato. Nesse período praticamente só jogámos nós. A partir do golo do adversário a equipa sentiu, sabia que vinha a um campo muito difícil. Se deve sentir? Não deve, nós jogamos no Sport Lisboa e Benfica, mas isto não é automático, vai lá com os jogos, com a experiência. Na segunda parte o Feirense baixou, fechou linhas, por vezes montou uma linha de seis e de sete jogadores e não houve mais jogo. É natural que aconteça, isto é a Segunda Liga. Tentámos fazer o nosso, tentámos mexer, tentámos que os miúdos jogassem. Ao intervalo disse-lhes para não jogarem com o resultado, mas com a nossa forma de jogar. Parabéns ao Feirense pela vitória, e nós ficámos com estes 20/25 minutos que temos de prolongar no próximo desafio.”

Paulo Bernardo (jogador do Benfica B): “Começámos muito bem, entrámos muito fortes, os primeiros 15/20 minutos do jogo foram nossos, mas depois cometemos um erro que deu o golo deles. A partir daí descemos um pouco o nosso nível e acabámos por perder o jogo nos detalhes. Não achamos que o Feirense fosse muito superior a nós, mas a verdade é que levou os três pontos.”

Feirense-Benfica B, 2-0

FICHA 
LocalEstádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira
Onze do Benfica BSvilar, Filipe Cruz, Kalaica, Morato, Pedro Ganchas (Ronaldo Camará, 83′), Diogo Mendes, Vukotic (Martin Chrien, 60′), Paulo Bernardo, Csoboth (Samuel Pedro, 60′), Tiago Araújo e Henrique Araújo (Zé Gomes, 78′)
SuplentesLeo Kokubo, Fábio Baptista, Rafael Brito, Henrique Jocu, Martin Chrien (60′), Ronaldo Camará (83′), Samuel Pedro (60′), Barrero e Zé Gomes (78′)
Boletim clínicoUmaro Embaló (lesão muscular na coxa esquerda); Sandro Cruz (lesão muscular na coxa direita); Diogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior no joelho esquerdo); Jair Tavares (lesão muscular na coxa direita); Frimpong (lesão muscular na coxa esquerda); Daniel dos Anjos (infetado com COVID-19)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.