E se Lucas Veríssimo afinal vier de borla?

O presidente do Comité de Gestão do Santos, Orlando Rollo, admitiu que Lucas Veríssimo «poderá sair de graça» em janeiro por «recebíveis em atraso». No Plenário do Conselho Deliberativo, que discutiu a venda do central ao Benfica por €6,5 milhões, Rollo assinalou que Luís Filipe Vieira esteve no Brasil, melhorou a proposta, que previa o pagamento da primeira de quatro prestações em janeiro, e chegou a acordo com o jogador.

O conhecimento de que o Conselho Fiscal produziu um parecer negativo, segundo Rollo, gerou «uma crise estratosférica» na equipa, um desgaste enorme do defesa-central e a solidariedade «heróica» dos companheiros e do treinador do Santos. Rollo diz que sem o dinheiro do Benfica não há previsão de pagamento dos salários dos jogadores e admite saídas «de graça» já em janeiro. Como o parecer do Conselho Fiscal foi negativo, a oferta do Benfica não foi a votação, ou seja, Lucas não irá (para já) para a Luz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.