O momento em que Jesus se insurge contra o fim do anti-jogo insular

Após o segundo golo do Benfica diante do Marítimo, marcado por Everton, Jorge Jesus dirigiu-se efusivamente para o banco adversário, tendo sido travado de imediato por Rui Costa.

O anti-jogo maritimista com que Jorge Jesus reclamou no final do jogo, terá sido apenas a conclusão de uma troca de “bocas” que começaram ainda entre os bancos das duas equipas. Com o segundo golos das águias, e consequente passagem para a frente do marcador, o mister encarnado foi mais longe e insurgiu-se contra o líder de tal postura até então.

Nuno Alexandre Costa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.