Rúben Dias é exemplo de liderança e reputação por treinador inglês

Foi em 2008/2009 que Rúben Dias ingressou no Benfica, proveniente do Estrela da Amadora. Seguiu-se percurso de vários anos nos escalões de formação das águias até se impor na equipa principal. Aos 23 anos, o central fez as malas e rumou a Inglaterra para representar o Manchester City. E é precisamente em Terras de Sua Majestade, onde dá ainda os primeiros passos a nível profissional, que o internacional português é apontado como exemplo para quem almeja singrar no exigente mundo do futebol.

«Li um artigo sobre o Rúben Dias, do Manchester City, no qual se dizia que ele tinha sido contratado pelo Benfica, aos 11 anos, não pela sua qualidade técnica, mas pela sua liderança e capacidade de comunicação», afirmou Billy Barr, treinador da equipa de sub-23 do Blackburn Rovers.

«Quem quer ser futebolista tem de ter qualidade técnica, mas deve ter também o outro lado. É preciso muito tempo para construir uma reputação, mas pouco tempo para perdê-la», alertou o técnico inglês de 51 anos.

Alerta que surge na sequência da pesada derrota do Rovers frente ao Arsenal, por seis golos sem resposta, no jogo que antecedeu a pausa para os compromissos das seleções.

«A competição não é só contra os nossos adversários, mas também entre os próprios jogadores. Se os nossos jogadores querem construir uma carreira não podem fazer exibições como a que fizeram naquele jogo», sustentou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.