Luca Waldschmidt sobressaiu aos colegas nos jogos das selecções

Quatro dos nove futebolistas do Sport Lisboa e Benfica que estão ao serviço das selecções entraram em acção na quarta-feira, 11 de novembro. Em partidas de carácter particular, o destaque maior pertence a Waldschmidt. O seu golo deu o triunfo à Alemanha.

Na Red Bull Arena, em Leipzig, a Mannschaft venceu a República Checa, por 1-0, com o benfiquista a ser decisivo. Decorria o minuto 13 quando Waldschmidt – titular e que alinhou os 90 minutos – desviou, de forma oportuna, na pequena área, um cruzamento de Max.

Mesmo não sendo oficial, a partida teve eco na Comunicação Social germânica. O generalista “Die Welt” considerou que “a equipa da Alemanha, alicerçada em jogadores menos utilizados, fez uma boa exibição e venceu a República Checa (1-0), através do golo de Waldschmidt, que concretizou aos 13′ após assistência do estreante Max”.

Waldschmidt

O desportivo “Kicker” recordou que “o guarda-redes da República Checa, Pavlenka, que joga no Werder Bremen, foi impotente para travar o remate de Waldschmidt na pequena área”.

O site desportivo “sport1.de” foi mais longe e teceu elogios mais vincados à águia: “O novo lisboeta torna-se num dos avançados que desbravam vitórias no reinado de Joachim Löw. Após cruzamento de Max, Waldschmidt acertou em cheio e fez o 1-0 (13′). É o segundo golo na quinta partida internacional!”

A Alemanha, com Waldschmidt no elenco, volta a jogar a 14 e 17 de novembro, diante da Ucrânia e Espanha, respectivamente, em encontros da Liga das Nações.

Seleção da Bélgica

Outro particular do dia colocou frente a frente as selecções dos encarnados Vertonghen e Seferovic. No Estádio Den Dreef, a Bélgica ultrapassou a Suíça, por 2-1. O defesa-central do Benfica foi titular e capitão dos belgas. Ocupou o lado esquerdo de um eixo defensivo a três e saiu aos 58′, já não se cruzando nas quatro linhas com Seferovic. O helvético entrou aos 63′ para ocupar um lugar na frente de ataque suíça.

A contar para a Liga das Nações, a Bélgica mede forças com Inglaterra e Dinamarca; a Suíça actua frente a Espanha e Ucrânia.

A Grécia, com o guarda-redes das águias Odysseas no banco de suplentes, encontrou-se com Chipre para um jogo particular. Os gregos venceram por 2-1. O conjunto helénico vai agora enfrentar, para a Liga das Nações, a Moldávia e a Eslovénia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.