Futebol feminino faz melhor que os homens e elimina o PAOK da Champions

Grande exibição e vitória do Benfica numa partida em que fez história, com a estreia na Liga dos Campeões feminina de futebol. Na Grécia, a equipa benfiquista venceu o PAOK por 1-3 na primeira ronda de qualificação. O sorteio da próxima eliminatória, que se joga a 18/19 de novembro, será na sexta-feira, dia 6, às 11h00.

Magnífica entrada em jogo das comandadas de Luís Andrade, carregando sobre a grande área adversária e descobrindo o caminho para o primeiro golo na partida. Cloé Lacasse acelerou e infiltrou-se pela esquerda, cruzando para o remate de Nycole. A guarda-redes do PAOK defendeu, mas, na tentativa de recarga, Ana Vitória conseguiu dar à bola o rumo das malhas (0-1 aos 3′).

Mais rápida, com e sem bola, a equipa do Benfica liderou a iniciativa sobre o relvado e tricotou lances tendo a baliza grega como alvo.

Ultrapassada a meia hora de jogo, o PAOK, menos requintado na construção, usando sobretudo um futebol direto, deu sinal de vida no ataque. À entrada da área, Arreta Betancourt chutou, mas Carolina Vilão estava lá e congelou o esférico nas luvas.

Ripostou o Benfica, com um estilo de jogo mais bonito e elaborado, que, ao minuto 42, pelos pés de Ana Vitória, colocou Pauleta em ótima posição para visar as redes contrárias. A média disparou de pé direito à entrada da área, mas a bola foi devolvida pelo poste esquerdo! Sorte para o PAOK.

Benfica Futebol Feminino Liga dos Campeões

0-2 tinha de acontecer ainda antes do intervalo… e aconteceu mesmo. Cloé Lacasse, desmarcada por Christy Ucheibe, não perdoou à saída da guardiã do PAOK, tocando para as redes (44′). O Benfica teve 63% de posse de bola na primeira parte.

O começo da segunda parte mostrou mais do que vira nos primeiros 45 minutos, com um Benfica mandão, controlador, a dominar e a jogar, perante um adversário com experiência europeia.

A passe de Pauleta, Cloé Lacasse poderia ter alargado o diferencial para 0-3 ao minuto 51. Não sucedeu porque a guarda-redes Papakonstantinou defendeu o remate da avançada canadiana. Completamente em contramão no sentido da partida, Thomai Vardali, num remate de longe de pé esquerdo, reduziu para o PAOK: 1-2 aos 57′.

Com apenas um golo a separar as equipas, o que fez o Benfica? Manteve a dinâmica, a atitude, a ambição e alcançou o 1-3 aos 61′ numa finalização de Catarina Amado na área! E o 1-4 poderia ter surgido aos 69′, mas a guarda-redes do PAOK deteve a bola rematada por Cloé Lacasse, que mais uma vez fugira à linha defensiva antagonista.

O minuto 82 registou o regresso de Evy Pereira à competição, 11 meses depois. Substituiu Nycole no ataque das encarnadas. O jogo, a vitória e o apuramento estavam na mão, confirmando-se a passagem do Benfica à segunda eliminatória.

Benfica Futebol Feminino Liga dos Campeões

DECLARAÇÕES À BTV

Luís Andrade (treinador do Benfica): “As jogadoras foram excecionais, tiveram um comportamento exemplar, como pretendíamos: entrar, vencer e convencer. Deixámos os nossos adeptos orgulhosos e queremos dar-lhes mais alegrias. Num terreno difícil, as nossas atletas tiveram um comportamento exemplar, jogaram à Benfica. O nosso objetivo era entrar forte e surpreender. Como eu disse na antevisão a este jogo, queríamos surpreender e não ser surpreendidos. Foi o que fizemos, marcámos logo a abrir e isso deu-nos tranquilidade. Jogámos à Benfica, com alma. Esta vitória é para os nossos adeptos, que nos apoiaram do princípio ao fim e também estão a festejar este apuramento.”

Sílvia Rebelo (defesa-central do Benfica): “O Benfica entrou muito forte. Sabíamos que tinha de ser assim, jogávamos em casa do adversário. Marcámos o primeiro golo e estivemos sempre por cima do jogo. Foi uma vitória justa, que dedicamos aos nossos adeptos, que, mesmo longe, estiveram sempre connosco. Era o primeiro jogo na Champions, há sempre um nervoso miudinho. Marcarmos logo aos três minutos tirou-nos pressão. Também reagimos muito bem ao golo sofrido e a melhor resposta foi o nosso terceiro golo, para elas saberem que ainda estávamos em jogo.”

PAOK-Benfica, 1-3

FICHA 
LocalEstádio Makedonikos, em Salonica
Onze do BenficaCarolina Vilão, Catarina Amado, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Ana Seiça (Matilde Fidalgo, 86′), Christy Ucheibe (Beatriz Cameirão, 81′), Pauleta, Ana Vitória (Francisca Nazareth, 74′), Andreia Faria (Jolina, 74′), Cloé Lacasse e Nycole (Evy Pereira, 82′)
SuplentesDani Neuhaus, Matilde Fidalgo, Mariana Alberto, Beatriz Cameirão, Érica Ventura, Evy Pereira, Jolina, Francisca Nazareth e Amélia Silva
Marcadoras dos golosAna Vitória (3′), Cloé Lacasse (44′), Catarina Amado (61′)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.