Jorge Jesus: “História do Benfica impõe sempre respeito”

Jorge Jesus lançou, em conferência de Imprensa no Benfica Campus, o jogo da 2.ª jornada do Grupo D da Liga Europa, diante do Standard Liège, agendado para as 20h00 de quinta-feira, no Estádio da Luz.

O regresso dos (alguns) Benfiquistas às bancadas foi saudado pelo treinador, que não revelou a dupla atacante para o jogo; recordou uma história do Benfica rica e que mete respeito e elogiou Darwin.

Como treinador, o que pensa deste regresso dos adeptos ao Estádio da Luz?

Todos nós queremos que o futebol possa ter adeptos, dentro daquilo que é possível, como é óbvio. Mais vale os poucos que sejam do que nenhuns, porque, no fundo, uma das grandes motivações dos jogadores e das equipas é poder jogar para os adeptos. Quando isso não acontece, tal como tem sido ao longo destes meses, não é a mesma coisa. Por muito que estejam focados no jogo, acaba por quebrar os picos de adrenalina e ansiedade que normalmente estão presentes quando temos adeptos. É uma satisfação enorme podermos ter quatro ou cinco mil adeptos. É um bom princípio porque, num estádio com 65 mil lugares, se estiveram quatro ou cinco mil pessoas de certeza que não vai interferir com aquilo que é a defesa da saúde. Os estádios têm tudo para poder solucionar e dividir as pessoas pelos vários setores, porque há várias entradas. Com uma organização bem feita, penso que não põe nada em risco, que é o que nós queremos. Estou muito feliz por amanhã [quinta-feira] já ter alguns espectadores no Estádio da Luz.

Jorge Jesus

“MAIS VALE OS POUCOS [ADEPTOS] QUE SEJAM DO QUE NENHUNS”

No último jogo do Campeonato jogou com Seferovic e Darwin devido ao sistema tático do Belenenses SAD e comparou-o com o do Standard Liège. Podemos estar à espera da reedição desta dupla ou a sua preferência recai na dupla Waldschmidt e Darwin?

Não tenho certezas absolutas, porque vou fazer o primeiro treino com os jogadores que jogaram com o Belenenses SAD e não sei como estão em termos físicos, mas tenho na minha cabeça e, se tudo correr dentro da normalidade, vou fazer mudanças. Vou lançar o Gabriel, como vão entrar outros jogadores. Não só porque estão mais frescos, mas também porque são jogadores que me dão garantias. O Benfica tem um plantel com 20 e muitos jogadores. Tenho muitas opções, o nível da equipa não quebra. Estou confiante em fazer isso sem que haja uma oscilação de rendimento na equipa.

As cinco vitórias em cinco jogos na Liga NOS impõem algum respeito ao Standard Liège?

Penso que o Benfica impõe sempre respeito, porque tem história em Portugal e história internacional, nomeadamente na Europa, apesar de ter perdido a identidade que vinha mantendo por ter chegado à final da Liga Europa e aos quartos de final da Liga dos Campeões, comigo e com outros treinadores. O Benfica está à procura de encontrar um caminho que lhe permita chegar às finais de uma destas competições e conseguir vencê-las. Este é um objetivo do Presidente e foi uma das ideias que me levaram a sair do Brasil. Andamos à procura, mas o processo é evolutivo e de continuidade. Na minha opinião, o Benfica contratou com grande qualidade, jogadores jovens, de seleção, como é o caso do Everton no Brasil e do Waldschmidt na Alemanha. São vários jogadores que o Benfica conseguiu trazer e que vão fazer com que fique mais forte ano a ano.

Jorge Jesus

“A HISTÓRIA NACIONAL E INTERNACIONAL DO BENFICA IMPÕE SEMPRE RESPEITO”

O futebol sem adeptos torna-se mais imprevisível?

Não só senti isso no Brasil, como também sinto agora em Portugal. Estive num clube com mais adeptos no mundo e vim para o clube com mais adeptos em Portugal. E ninguém tenha dúvidas de que estas equipas saem mais prejudicadas disto. Isto tem uma influência muito negativa e tem um fator psicológico muito grande no controlo emocional de ambas as equipas. Quem sai mais prejudicado? As equipas que têm o poder de ter mais adeptos no estádio. Que ninguém tenha dúvidas!

Está orgulhoso com aquilo que está a acontecer a Darwin?

O Darwin é um menino, tem 21 anos, ainda é um pouco ingénuo, tudo isto para ele é novo, até para esta conferência de Imprensa ele já estava a ficar nervoso. Ele tem umas características e umas condições atléticas, porque nesse aspeto ele é muito forte, mas também técnicas. Ainda não tem tantas táticas, mas vai aprender, pois essas são as mais fáceis. É um jogador, como vocês têm observado, que está em crescimento e tem muito para evoluir. Toda a estrutura do futebol do Benfica acreditou neste atleta, mesmo sendo um jogador que não era muito conhecido ou mesmo nada conhecido. Fomos nós que, na 2.ª liga em Espanha, onde estão scouts de todo o mundo, ‘sacámos’ este jogador aos nossos concorrentes, e temos de dar valor a essa decisão.

Jorge Jesus

“DARWIN É UM JOGADOR EM CRESCIMENTO”

Preocupa-o que o futebol possa voltar a parar devido a um possível novo confinamento?

Estamos todos a par do que está a acontecer em todo o mundo sobre esta pandemia e esta segunda vaga, que os cientistas e os entendidos dizem que pode ser um pouco mais grave do que a primeira. O que nós queremos é que todos possam continuar a trabalhar e exercer aquilo que gostam de fazer, que é o dia a dia. Até que ponto isso pode acontecer não sei, mas aquilo que sei é que temos de saber viver com a pandemia, disso não tenho dúvidas. Já deu para perceber que se calhar não há outro caminho do que viver com a pandemia e com as regras, e cada vez mais apertadas. O mundo vai ter de continuar a viver até aparecer essa milagrosa vacina que possa repor a normalidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.