News Benfica destaca “entrada sobre rodas” das modalidades

As emoções do melhor campeonato de hóquei em patins do mundo estão de volta e o Benfica abriu logo com um triunfo, por 7-3, frente ao FC Porto, no Pavilhão Fidelidade. A lamentar apenas a ausência de público nas bancadas, as quais, caso fosse possível, por certo que teriam estado repletas de fervorosos benfiquistas a apoiar a nossa equipa e a vibrar, por exemplo, com a obra-prima de Lucas Ordoñez.

Na época anterior, liderávamos a competição quando tudo foi cancelado por causa da pandemia, mas isso só teve o impacto natural face às circunstâncias nesse imediato. Não houve a hipótese, infelizmente, de terminar a temporada e houve que seguir em frente, não se descurando nunca a parte física de cada um dos atletas durante esse período muito complicado.

O regresso ao ativo foi finalmente uma realidade e consequentemente bastante intenso, com a exigência que é bem característica do treinador Alejandro Domínguez. Nos treinos, os jogadores são sempre desafiados a ultrapassar os seus limites para chegarem bem aos jogos, e esta pré-época não fugiu à regra. Afastados da pista por um período muito prolongado, os atletas voltaram para desfrutar de cada momento vivido nas sessões de trabalho numa primeira instância e posteriormente em alguns jogos-treino. Os indicadores da nossa equipa foram positivos para a época que já começou da melhor maneira.

Para lutar mais uma vez por todas as frentes, o plantel orientado por Alejandro Domínguez apresenta ajustes muito ligeiros. Albert Casanovas colocou um ponto final na sua carreira e Jordi Adroher rumou ao Liceo da Corunha, mas essas saídas foram colmatadas com o sangue novo de Danilo Rampulla e Sergi Aragonès, ambos com qualidade inequívoca e que querem mostrar serviço.

No grupo de trabalho do hóquei em patins é preciso não esquecer a participação de jovens da formação nos respetivos treinos. Rodrigo Vieira (guarda-redes), José Miranda (defesa/médio), Bernardo Ramalho (avançado) e Lucas Santos (avançado) foram quem iniciaram a pré-época, mas mais trabalharam ao longo destas últimas semanas e continuarão a fazer o seu processo de evolução, sempre sob o olhar atento da equipa técnica dos seniores.

Destaque também para a equipa multidisciplinar que está ao dispor da secção no ataque a mais uma temporada muito exigente, em que o Sport Lisboa e Benfica conta com a colaboração do prestigiado treinador espanhol de guarda-redes, Paco González.

O objetivo passa por vencer todas as competições. É para cumprir esse desiderato que os nossos hoquistas trabalham diariamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.